Segurado do INSS pode sacar a segunda parcela do 13º salário até o fim do mês

Pago desde abril, o 13° salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi antecipado mais uma vez. A iniciativa começou durante a pandemia de Covid-19 com o objetivo de movimentar a economia do país. Atualmente, os segurados do INSS podem receber a segunda parcela do abono. 

Segurado do INSS pode sacar a segunda parcela do 13º salário até o fim do mês
Segurado do INSS pode sacar a segunda parcela do 13º salário até o fim do mês (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Para quem recebe até um salário mínimo a segunda parcela do 13° começou a ser repassada em 25 de maio. Os que têm ganhos superiores ao piso nacional recebem desde o dia 1° de junho.

Os dois grupos terão o calendário de repasses encerrado nesta terça-feira, 7. Mas isso não significa que o valor não poderá ser movimentado ou sacado após esse período.

A quantia é depositada na conta comum em que o segurado recebe o seu benefício normalmente. Inclusive o calendário também equivale ao mesmo que é destinado aos demais pagamentos do ano.

Valor da segunda parcela do 13° salário do INSS

Nesta segunda parcela do 13° salário repassado pelo INSS, o cidadão recebe 50% do abono, mas pode ter desconto. Isso porque, aqueles que são contribuintes do Imposto de Renda terão a quantia referente ao pagamento debitada da parcela.

Os demais receberão os 50% normalmente, assim como aconteceu no repasse da primeira parcela. Isso significa que o cidadão tem acesso ao seu salário integral e o adicional do 13°.

Quem recebe o abono do 13° salário

A primeira regra é que o cidadão tenha recebido salário do INSS por pelo menos um mês, ou seja, esteja na condição de segurado por no mínimo 30 dias.

Também é necessário ser beneficiário de auxílios como:

  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Aposentadoria;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-reclusão;
  • Salário-maternidade.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), por exemplo, não libera o 13°. Isso porque se trata de um salário assistencial e não previdenciário.

Calendário do 13° salário do INSS

O cronograma é organizado com base no rendimento do cidadão e o final do número de NIS.

Benefícios com valor de até um salário mínimo

  • NIS final 1 – 25 de maio;
  • NIS final 2 – 26 de maio;
  • NIS final 3 – 27 de maio;
  • NIS final 4 – 30 de maio;
  • NIS final 5 – 31 de maio;
  • NIS final 6 – 1º de junho;
  • NIS final 7 – 2 de junho;
  • NIS final 8 – 3 de junho;
  • NIS final 9 – 6 de junho;
  • NIS final 0 – 7 de junho.

Benefícios com valor superior ao salário mínimo

  • NIS final 1 e 6 – 1º de junho;
  • NIS final 2 e 7 – 2 de junho;
  • NIS final 3 e 8 – 3 de junho;
  • NIS final 4 e 9 – 6 de junho.
  • NIS final 5 e 0 – 7 de junho.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.