Governo libera R$ 3,3 milhões para a população afetada pelas chuvas em Alagoas

O Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), liberou o repasse de R$ 3,3 milhões para a população afetada pelas chuvas em Alagoas. A princípio, serão amparados os moradores das cidades de Penedo e Roteiro, as duas afetadas pelo desastre natural que assolou a região Nordeste na última semana. 

Governo libera R$ 3,3 milhões para a população afetada pelas chuvas em Alagoas
Governo libera R$ 3,3 milhões para a população afetada pelas chuvas em Alagoas. (Imagem: TNH1)

As portarias que regulamenta a liberação da verba milionário já foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) da última quarta-feira, 1º. De acordo com o último boletim registrado na cidade de Penedo, 1.290 moradores foram afetados pelas chuvas. Deste total, 250 estão desabrigados e 1.040 desalojados. Enquanto isso, Roteiro tem 31 afetados, sendo nove desabrigados e 22 desalojados. 

De acordo com a pasta competente, do montante de R$ 3,3 milhões, R$ 212 mil serão destinados a Roteiro, tendo em vista que, apesar de a cidade ser afetadas pelas chuvas, o impacto não foi tão abrangente.

O montante de R$ 3,1 milhões será repassado a Penedo. As instruções são para que essa verba seja usada na aquisição de cestas básicas, colchões e kits de limpeza para a população afetada. 

Este é o primeiro repasse de verba para os municípios afetados pelas chuvas em Alagoas. Segundo o MDR, nos próximos dias mais quatro cidades que também sofrem os efeitos do desastre natural também serão contempladas. São elas: Coruripe, São Miguel dos Campos, Rio Largo e Maceió. 

Desde que as fortes chuvas começaram a atingir o Estado de Alagoas, o governador Paulo Dantas, decretou estado de emergência em 33 município. Porém, somente 13 conseguiram o reconhecimento federal que viabiliza o repasse de verba para reparar os danos do desastre natural. 

Na edição do DOU da última quarta, o Governo Federal reconheceu a situação de emergência pelas chuvas em mais três municípios alagoanos, Jquiá da Praia, Coqueiro Seco e Lagoa da Canoa. Antes dessa publicação, outras 10 cidades já haviam conquistado o título de situação de emergência ou de calamidade pública pelas fortes chuvas. São elas:

  • Maceió;
  • Barra de São Miguel;
  • Boca da Mata;
  • Coité do Nóia;
  • Coruripe;
  • Marechal Deodoro;
  • Penedo;
  • Rio Largo;
  • Roteiro;
  • Santa Luzia do Norte.

O número de desabrigados e desalojados pelas fortes chuvas em Alagoas caiu para 11.894 no dia 1º de junho. Os números compõem o boletim mais recente da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). A princípio, o número ultrapassava os 18 mil.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.