Polêmica: Zé Neto ataca Anitta e Lei Rouanet, mas recebe valores milionários de prefeituras; entenda

Zé Neto ataca Anitta e Lei Rouanet, mas recebe valores milionários de prefeituras. É o que diz jornalista que expôs o sertanejo.

Recente, Zé Neto, da dupla Zé Neto e Cristiano, se envolveu em polêmica ao atacar Anitta em show. Outra polêmica do cantor foi quando o artista falou que não utilizava a Lei Rouanet para pagar seus funcionários. Agora, mais uma vez o nome do artista vira assunto.

Jornalista expõe valores milionários recebidos por Zé Neto e Cristiano

De acordo com o jornalista, Demétrio Vecchioli, a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano recebeu altos valores de prefeituras de cidades pelas quais passaram sem licitação.

Diante da polêmica é válido ressaltar que Zé Neto é um dos nomes que publicamente apoiou o presidente Jair Bolsonaro no corte da lei de repasse de verbas para o setor de cultura. 

Na época o artista declarou: “Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta e o Brasil inteiro canta com a gente”.

Através do Twitter, Vecchioli trouxe informações referentes a valores recebidos pela dupla de prefeituras pequenas, sem licitação.

“Zé Neto & Cristiano atacam quem capta recursos da Lei Rouanet, federal.

Mas eles vivem de receber muito dinheiro de prefeituras pequenas, sempre sem licitação”. 

Em fio de publicações, o jornalista exibe alguns dos valores recebidos, tendo sido: 

  • R$ 550 mil de Extrema (MG)
  • R$ 403 mil de Sebastianópolis do Sul (SP)
  • R$ 253 mil de Colina (SP)
  • R$ 250 mil de Itabaiana (SP)
  • R$ 320 mil de Urauna (GO)
  • R$ 400 mil de Sorriso (MT) 

O jornalista ainda completa: “Podemos ficar aqui até amanhã. Isso é só o que se acha na primeira página de uma busca no Google. É errado receber dinheiro público pra fazer show? Não é. É lazer pra população. Mas, se vai cagar regra contra a Rouanet, então abre mão dessa grana. Senão é demagogia”.

Demétrio explica que a contratação acontece com o valor pedido pela dupla e diz: “A dupla diz: tem que pagar pra empresa tal, o valor é esse. E a prefeitura vai lá e paga o valor pedido (justo ou não) pra empresa indicada”.

O assunto traz à tona diferentes problemáticas levantadas pelas polêmicas do cantor. Em sua publicação, o jornalista completa com comparação feita com a Lei Rouanet, criticada por Zé Neto, o jornalista explica que são apresentados diferentes orçamentos pelos artistas e o governo aprova um dos valores, autorizando que sejam pedidas doações para empresas que descontam no IR.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.