Com ‘ajuda’ de Anitta e DiCaprio, TSE registra mais de 2 milhões de novos eleitores jovens; confira campanha

Terminou na última quarta-feira (4) o prazo para tirar, regularizar ou transferir o título de eleitor, a tempo de possibilitar a participação nas eleições de 2022. Depois de anunciar que o número de jovens entre 16 e 17 anos com o título era o menor já registrado, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informa agora que pelo menos 2 milhões deles fizeram o procedimento na reta final.

Segundo a corte, 2.042.817 de jovens entre 16 e 17 anos tiraram o título entre o começo do ano e a última quarta-feira. Esses números podem ainda aumentar bastante, uma vez que o último dia do prazo contou com um volume muito grande de pedidos, que ainda devem ser analisados. Os números finais só serão conhecidos em 11 de julho, quando o TSE informará quais eleitores estão aptos a votar em 2022.

O volume impressionante de jovens eleitores que tiraram o título neste ano é bem superior ao registrado em eleições passadas. Entre janeiro e abril de 2018, foram 1.387.765 milhão de novos eleitores jovens, e, no mesmo período de 2014, foram 1.297.130 milhão de novos eleitores jovens.

Nos últimos 31 dias do prazo, a Justiça Eleitoral recebeu 8.553.519 milhões de pedidos relativos ao título de eleitor. O volume foi tão grande que provocou instabilidade no site do TSE e motivou um pedido de parlamentares para que o prazo fosse estendido. O pedido foi negado pelo presidente do tribunal, Ministro Edson Fachin, que alegou que a Lei das Eleições veta a inclusão de novos eleitores nos 150 dias antes do pleito.

Anitta, DiCáprio e outros famosos “convocaram” a juventude a votar

A baixa adesão ao processo eleitoral que estava sendo registrada entre os jovens de 16 e 17 anos fez com que artistas e celebridades, espontaneamente, “convocassem” os jovens a tirar o título e participar das eleições.

Entre as personalidades que mais se engajaram nessa campanha, está a cantora Anitta, que usou as suas redes sociais para explicar a importância da adesão. Na última terça-feira (3), inclusive, ela contou no twitter que teve uma longa conversa sobre o tema com o ator americano Leonardo DiCaprio, com quem se encontrou no evento Met Gala deste ano.

“Ontem eu passei horassss com o @LeoDiCaprio falando sobre a importância dos jovens tirarem seu título de eleitor. Está na reta final. Vocês sabiam que ele sabe mais sobre a importância da nossa floresta Amazônica do que o presidente do Brasil? Pois sabe”, postou a cantora.

Antes disso, na sexta-feira (29), DiCaprio também usou as redes sociais para convocar os jovens brasileiros a tirarem o título. O ator, que é conhecido pelo ativismo em causas públicas, destacou que o voto da juventude é importante para “motivar mudanças por um planeta saudável”.

Outros artistas internacionais também se engajaram na campanha, a exemplo do ator Mark Ruffalo, que chegou a postar uma mensagem em português direcionada aos jovens brasileiros, e de Mark Hamill, que interpretou Luke SkyWalker na saga Star Wars.

A campanha contou ainda com outras celebridades nacionais, como a atriz Taís Araújo, a ex-BBB Juliette e o youtuber Felipe Neto.

O presidente do TSE, Edson Fachin, chegou inclusive a agradecer a participação dos famosos na iniciativa.

“Vimos, como há muito não se via, um país unido pelo bem e fortalecimento da democracia. Por isso, agradeço a cada um, influenciador ou não, famoso ou não, brasileiro ou não, jovem ou não, que criou conteúdos nas redes sociais para chamar a atenção de todos para a regularização do título”, pronunciou o magistrado em sessão na manhã de quinta (5).

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Amaury NogueiraAmaury Nogueira
Nascido em Manga, norte de Minas Gerais, mora em Belo Horizonte há quase 10 anos. É graduando em Letras - Bacharelado em Edição, pela UFMG. Trabalha há três anos como redator e possui experiência com SEO, revisão e edição de texto. Nas horas vagas, escreve, desenha e pratica outras artes.