Como saber se estou inscrito no Cadastro Único? Posso atualizar meus dados?

Pontos-chave
  • Saiba se o seu nome está ativo no Cadastro Único;
  • Dados podem ser atualizados na internet;
  • Outros benefícios além do Auxílio Brasil são pagos pela plataforma.

Inscrição no Cadastro Único garante um salário social para a população. Nos próximos dias, o Governo Federal irá retomar o pagamento do Auxílio Brasil. Para ter acesso ao abono é preciso obrigatoriamente se vincular a plataforma do Ministério da Cidadania. Abaixo, saiba como consultar se o seu CPF está ativo.

Como saber se estou inscrito no Cadastro Único? Posso atualizar meus dados? (Imagem: FDR)
Como saber se estou inscrito no Cadastro Único? Posso atualizar meus dados? (Imagem: FDR)

O Cadastro Único funciona como a principal porta de entrada para os benefícios sociais do poder público. É por meio dele que o Ministério da Cidadania seleciona os segurados do Auxílio Brasil e os governos estaduais aprovam suas políticas públicas regionais.

Como saber se estou inscrito no Cadastro Único?

Há várias formas de consultar a base de dados do cadúnico, a primeira delas é pelo site, sendo necessário seguir as etapas abaixo:

  • Acesse o site do Cadastro Único.
  • Preencha o formulário com seu nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecione o estado e município onde mora.
  • Clique em “Emitir” para saber se está no cadastro ou não.

Outra possibilidade é a consulta por meio do app, para isso:

  • Baixe o aplicativo na loja do seu celular (Google Play ou App Store)
  • Abra o aplicativo e clique em entrar.
  • Preencha o mesmo formulário do site: nome, data de nascimento, nome da mãe e lugar onde mora.

Por fim, há ainda a comunicação através dos telefones do Ministério da Cidadania:

  • Ligue para 0800 707 2003
  • Selecione a opção 5.

A ligação é gratuita. Confira os horários de atendimento:

  • 07h às 19h de segunda a sexta
  • 10h às 16h nos finais de semana e feriados

Estou inscrito, como atualizar os meus dados?

A atualização de dados como endereço, situação financeira, etc, pode ser feita pelo site do CadÚnico, basta seguir as etapas abaixo:

  • Acesse o app ou site. O app está disponível na Play Store e na Apple Store;
  • Algumas opções aparecerão logo na primeira tela. É preciso clicar em “Atualização cadastral por confirmação”;
  • O usuário deverá fazer login com o CPF e a senha da conta Gov.br (veja como criar uma conta Gov.br);
  • Serão mostrados os blocos de Endereço da Família e Composição Familiar. Recomenda-se começar pelo bloco de Endereço da Família e depois passar ao de Composição Familiar. O usuário deverá conferir se todas as informações apresentadas continuam inalteradas;
  • No bloco de Composição Familiar, o usuário será questionado se houve alteração no número de membros da família. Em seguida, será preciso confirmar se os dados relativos a cada membro continuam os mesmos;
  • O usuário deverá, então, selecionar a opção em que confirma a veracidade dos dados informados;
  • Por fim, será preciso clicar no botão “Confirmar dados do Cadastro Único”.

Quais são os benefícios que posso receber pelo Cadastro Único?

  • Auxílio Brasil
  • – Programa Bolsa Família
  • – Benefício de Prestação Continuada
  • – Tarifa Social de Energia Elétrica
  • – Minha Casa Minha Vida
  • – Carteira do Idoso
  • – Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda
  • – Telefone Popular
  • – Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos
  • – Programas Cisternas
  • – Água para Todos
  • – Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental)
  • – Bolsa Estiagem
  • – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais/ Assistência Técnica e Extensão Rural
  • – Programa Nacional de Reforma Agrária
  • – Programa Nacional de Crédito Fundiário
  • – Crédito Instalação
  • – Carta Social
  • – Serviços Assistenciais
  • – Programa Brasil Alfabetizado
  • – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti)
  • – Identidade Jovem (ID Jovem)
  • – ENEM

Quais são as regras para estar no Cadastro Único?

  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 606,00); ou
  • Ter renda mensal familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.636,00); ou
  • possuir renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Quais documentos devo registar na plataforma?

  • Para o Responsável pela Unidade Familiar (RF): CPF ou Título de Eleitor;
  • Para os demais membros da família: um destes documentos: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor.
  • Para famílias indígenas e quilombolas: O RF da família indígena pode apresentar o CPF, o título de eleitor, mas também o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) ou outros documentos de identificação, como certidão de casamento, RG e carteira de trabalho;
  • O RF da família quilombola pode apresentar o CPF, o título de eleitor ou outros documentos de identificação como certidão de nascimento, certidão de casamento, RG ou carteira de trabalho.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.