Golpe do falso emprego está cada vez mais comum; saiba como funciona e como evitar

Golpistas se aproveitam da necessidade de uma oportunidade de emprego para fazer novas vítimas. Em geral são utilizados os nomes de grandes empresas; veja como identificar essa prática.

Golpe do falso emprego está cada vez mais comum; saiba como funciona e como evitar
Golpe do falso emprego está cada vez mais comum; saiba como funciona e como evitar (Imagem: FDR)

O momento de procurar uma oportunidade de emprego deveria ser de tranquilidade e foco apenas na oportunidade desejada.

No entanto, golpistas estão se aproveitando dessa situação para roubar.

Infelizmente, esses golpes acontecem em um momento de bastante vulnerabilidade.

Onde a pessoa está em busca de uma oportunidade de trabalho e não percebe os sinais, pensando nisso, listamos os pontos que você precisa ficar de olho.

Como identificar o golpe do falso emprego?

Na maior parte das vezes os golpistas se passam por recrutadores de grandes empresas, como o Mercado Livre, Amazon, Magalu, entre outras, o que faz com os olhos dos possíveis contratados brilhem.

Para evitar que você caia nesse golpe, fique atento aos seguintes pontos:

Direcionamento a uma página estranha

Você buscou na internet uma vaga e encontrou a que desejava, mas foi direcionado a uma página que não é a oficial da empresa, desconfie; faça uma pesquisa pelo nome do site que você foi direcionado.

E insira seus dados apenas nos sites oficiais da empresa ou naqueles associados a eles; você precisa ficar atento, pois, muitos golpistas buscam dinheiro, mas, também roubar dados.

Ligação logo após o cadastro

Se você recebe uma ligação poucos minutos depois de se cadastrar em um site, fique atento e não confirme as suas informações.

É muito difícil que uma empresa consiga fazer o contato com um candidato assim tão rápido, pois, a demanda geralmente é alta.

Falta de especificações

Vagas que não possuem um perfil específico de candidato, sem exigir uma formação voltada à área de atuação podem ser sinal de um golpe.

 Pagamento para participação

É comum que as empresas ofereçam cursos para os colaboradores, assim, eles podem integrar as equipes de forma mais adequada.

No entanto, isso é feito geralmente no final do processo seletivo e sem custo por parte do candidato; se houve cobrança, desconfie.

E-mail suspeito

Se você não se cadastrou em nenhum site de vagas, não forneceu seu e-mail em nenhum processo seletivo, receber um e-mail de uma empresa te convidando é um grande sinal de alerta.

Erros de digitação

Observe como a vaga é apresentada a você, em geral, as empresas buscam uma comunicação mais formal, mas também de fácil compreensão; erros não são aceitos nesse momento em que você é recrutado.

Informações pessoais

Por fim, se você se deparar com a situação em que precisar inserir seus dados pessoais através de ligação ou via WhatsApp, provavelmente, é um golpista tentando roubar seus dados.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.