Auxílio Brasil: pagamentos de abril começam a ser feitos na próxima semana; confira calendário

Principal programa de transferência de renda do governo federal, o Auxílio Brasil chega ao sexto mês de existência atendendo 18,02 milhões de famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, de acordo com o Ministério da Cidadania.

Neste mês, os depósitos começarão um pouco mais cedo do que nos meses anteriores, devido aos vários feriados de abril, durante os quais não são realizados pagamentos. O mesmo ocorre aos finais de semana.

Os depósitos são feitos de acordo com a ordem do número final do NIS (Número de Inscrição Social) dos beneficiários. Desse modo, os primeiros a serem atendidos, no dia 14 de abril, serão os beneficiários com NIS terminando em 1. Os últimos atendidos, no dia 29 de abril, serão os que possuem NIS terminando em 0 (zero).

A seguir, você pode conferir o calendário completo dos pagamentos do Auxílio Brasil em abril e outros detalhes e novidades do programa.

Calendário do Auxílio Brasil em abril

  • NIS final 1: 14 de abril
  • NIS final 2: 18 de abril
  • NIS final 3: 19 de abril
  • NIS final 4: 20 de abril
  • NIS final 5: 22 de abril
  • NIS final 6: 25 de abril
  • NIS final 7: 26 de abril
  • NIS final 8: 27 de abril
  • NIS final 9: 28 de abril
  • NIS final 0: 29 de abril

Qual o valor?

Desde dezembro de 2021, o Auxílio Brasil possui um valor mínimo de R$ 400. Uma medida provisória será votada pela Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (6), garantindo que o valor mínimo seja pago a todas as famílias participantes do programa, pelo menos até o fim de 2022.

É possível, no entanto, receber valores maiores, dependendo da quantidade de benefícios básicos e complementares em que a família estiver cadastrada. Cada benefício tem seus critérios específicos. O Benefício Composição Gestante, por exemplo, tem valor unitário de R$ 65 e é pago para famílias no Auxílio Brasil com membros gestantes.

Quem pode receber?

Para receber o Auxílio Brasil é necessário estar inscrito no CadÚnico, com cadastro atualizado há menos de dois anos. É necessário também cumprir os critérios de renda e composição familiar:

  • Ter renda familiar per capita de até R$ 105 por mês (extrema pobreza)
  • Ter renda familiar per capita entre R$ 105,01 e R$ 210 por mês (pobreza) e pelo menos um membro menor de 21 anos ou gestante

É importante destacar que, mesmo cumprindo os critérios acima, não é garantido que a família seja incluída no Auxílio Brasil. O processo de seleção de novos participantes ocorre continuamente e respeita a disponibilidade de orçamento para o programa (cerca de R$ 89 bilhões em 2022).

Como consultar o benefício?

É possível consultar se você foi incluído no Auxílio Brasil através do app oficial do programa. Veja como.

Através do app Caixa Tem, os beneficiários podem consultar se o benefício já foi pago, fazer transferências para outras contas e até Pix. Em breve, também será possível requisitar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil através do app. Outra novidade que também deve ser implementada é a possibilidade de receber o benefício em contas de outros bancos, além da Caixa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.