Primeira tokenizadora regulada pela CVM libera cadastro; saiba como funciona

Na última sexta-feira (1º), a Vórtx QR Tokenizadora, começou a primeira fase de operações da exchange (plataforma de negociação) baseada em tokens, selecionada pelo sandbox (ambiente regulatório experimental) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Primeira tokenizadora regulada pela CVM libera cadastro; saiba como funciona
Primeira tokenizadora regulada pela CVM libera cadastro; saiba como funciona (Imagem: Montagem/FDR)

De acordo com a empresa, no estágio inicial, os cadastros poderão ser feitos por investidores qualificados e profissionais e emissores interessados em atuar na tokenização. A plataforma deve ser lançada em maio.

A Vórtx QR Tokenizadora é uma joint venture entre a Vórtx, fintech de infraestrutura para o mercado de capitais, e a QR Capital, holding do setor de blockchain e criptoativos.

Em outubro do ano passado, no âmbito experimental da CVM, as companhias foram selecionadas para desenvolver a primeira exchange baseada em tokens — regulada para o mercado de capitais.

A empresa explica que o sandbox regulatório da CVM é um ambiente experimental. Dentro dele, os participantes admitidos receberão autorizações temporárias e condicionadas a desenvolver inovações em atividades regulamentadas no mercado de capitais.

Responsabilidade da tokenizadora

Diante da aprovação da Comissão, a Vórtx QR Tokenizadora afirma que terá a responsabilidade inédita no Brasil de realizar a atividade de constituição e administração de mercado de balcão organizado de valores mobiliários, baseados na tecnologia de tokens e blockchain”.

A companhia ainda informa que serão selecionados 12 emissores de ativos para integrar o projeto. Isso acontecerá em ofertas públicas de valores mobiliários com reforços restritos, segundo a CVM.

O blockchain é um tipo de banco de dados compartilhado e inviolável. Para manter a segurança nos dados registrados, há o uso de criptografia.

O presidente e co-fundador da Vórtx, Juliano Cornacchia, o projeto estabelece a possibilidade de simplificar transações muito burocráticas. O executivo também destacou a chance de reduzir consideravelmente os custos envolvidos.

Segundo Cornacchia, “O processo de tokenização veio para ficar e vai mudar a forma que as pessoas fazem investimentos”.

O presidente da QR Capital, Fernando Carvalho, destaca a importância “do mercado cripto em direção a uma futura e ambiciosa fusão com o mercado tradicional”.

O executivo ainda informa que a tecnologia blockchain simplifica o desenvolvimento de ambientes de negociação menos onerosos — e mais eficientes e seguros. Isso tanto para o emissor quanto para o investidor.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.