Quando as criptomoedas caem, os NTF’s sobem; entenda a correlação entre eles

Quando as criptomoedas caem, os NFT’s sobem. A correlação entre os ativos tem movimentado o mercado. No mês de fevereiro, a Nansen divulgou um total de 6 índices que estreiam os NFT’S.

De acordo com o Decrypt, em fevereiro a empresa de análises cripto Nansen divulgou os índices da companhia dividindo o mercado em subdivisões. Sendo elas: NFT 500, Blue Chip-10, Social 100, Metaverso, Social e Art.

Por meio dos rastreadores a empresa conseguiu identificar correlações entre as coleções de NFT’s e as criptomoedas.

Mercado cripto

Atualmente, os NFT’s, como são chamados os tokens não fungíveis, são as seções mais otimistas do mercado cripto. 

Enquanto os token dispararam de maneira positiva, as criptomoedas decaem diante da correção do mercado. O desempenho anual dos NFT’s foi de 90,9%, para a denominação em ether (ETH). Na denominação em dólar, o desempenho acumulado foi de 35,9%.

Diante do cenário, segundo o CoinMarketCap, desde o início de 2022, o Bitcoin e o Ether (as maiores criptomoedas do mercado) caíram respectivamente cerca de 17% e 31%.

Correlação inversa entre NFT’s e Criptomoedas

Segundo dados do índice NFT 500, da Nansen, os preços dos NFT’s, em ETH, possuem uma correlação inversa com as criptomoedas à vista. A correlação é de -0,46 com o Bitcoin e de -0,6 com o Ether.

O coeficiente de correlação varia entre -1 e 1. Ao estar próximo de 1, as duas variáveis possuem tendência também seguir positivando. Quando o coeficiente se aproxima de -1, a correlação negativa indica que as duas variáveis estão em direções opostas.

Em análise dos NFT’s denominados em dólar, a correlação é positiva entre os dois. De acordo com a analista de pesquisa da Nansen, Luisa Choe, a discrepância se dá pela volatilidade, “quando os NFTs são precificados em dólar, o desempenho deles também varia bastante. Isso acontece devido à volatilidade na taxa de corretagem entre ETH/USD. Como resultado, os coeficientes de correlação também são diferentes”.

Ainda segundo Choe, esse pode vir a ser um fator importante para os investidores na hora de escolher entre denominações com criptomoedas ou moedas fiduciarias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.