‘Mulher Maravilha’ investe em projeto relacionado às criptomoedas; saiba mais

A atriz e empresária, Gal Gadot, que viveu o papel de Mulher Maravilha da DC Comics no cinema, entrou para o mundo das criptomoedas, de acordo com o anúncio da Cardano (ADA).

A israelense e seu marido, o holandês Yaron Varsano, participaram da rodada de investimento da iniciativa ‘AdaSwap’, que captou US$ 2,6 milhões.

A AdaSwap tem como intenção criar a  primeira exchange descentralizada (DEX) na rede Cardano. “O AdaSwap DEX facilitará a troca de tokens, a negociação de NFTs, lançar novos projetos e investir fundos em pools de liquidez para ganhar taxas no blockchain Cardano”, diz a nota.

Fazem parte dos players do mercado outros famosos como: Shima Capital; Pluto Digital; GBV; Stardust; Efficient Frontier; Finova; Banter Capital e COTI. A rodada foi liderada pela iAngels, uma Venture Capital liderada por mulheres.

Cardano

Essa é uma das empresas que mais prometem inovações para o mundo das criptomoedas. 

O projeto como um todo é formado por uma plataforma que tem o objetivo de executar diversos aplicativos financeiros descentralizados, que possam facilitar processos e ações financeiras para empresas, governos ou pessoas físicas. Ou seja, a plataforma é uma rede que integra múltiplas funcionalidades em um único lugar.

O que são as criptomoedas?

As criptomoedas é um tipo de dinheiro, porém com a diferença de ser totalmente digital. Além disso, ela não emitida por nenhum governo como o dinheiro utilizado por nós.

De acordo com o site Bitcoin.org, mantido pela comunidade ligada ao Bitcoin, as criptomoedas foram descritas pela primeira vez em 1998 por Wei Dai, que sugeriu usar a criptografia para controlar a emissão e as transações realizadas com um novo tipo de dinheiro. Isso dispensaria a necessidade da existência de uma autoridade central, como acontece com as moedas convencionais.

Como investir em bitcoin?

Além de realizar a  mineração ou comprar bitcoin em uma casa especializada, os investidores podem colocar dinheiro na moeda por meio de fundos e de ETFs.

Fundos de Investimento em criptomoedas

Para diversificar a carteira, alguns fundos investem em mais de uma criptomoeda. As mais conhecidas são Ethereum, Tether, Litecoin, Bitcoin Cash e Bitcoin SV. 

É importante destacar que os investimentos em bitcoin apresentam de média a alta volatilidade, sendo ideal para investidores que tenham maior aceitação ao risco.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.