Capes vai investir R$ 178 milhões na pós-graduação

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou um investimento milionário em pós-graduação.  Mais de 3 mil programas serão beneficiados em todo o país.

Capes vai investir R$ 178 milhões na pós-graduação
Capes vai investir R$ 178 milhões na pós-graduação (Imagem: FDR)

A partir dessa semana a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai fazer investir R$ 178 milhões para manutenção de equipamentos, aquisição de materiais de laboratórios, participação em eventos e publicação de conteúdos científicos.

Esse valor deve beneficiar estudantes de mestrado e doutorado que fazem parte dos programas Apoio à Pós-Graduação (Proap) e de Excelência Acadêmica (Proex).

O Proap é um programa de financiamento das atividades dos cursos de pós-graduação.

A ideia é oferecer melhores condições para a formação dos estudantes; enquanto que o Proex foi criado para manter o padrão de qualidade dos programas de pós-graduação com nota 6 ou 7.

“Esses recursos contribuem para oferecer cada vez mais uma formação de qualidade aos pós-graduandos, aprimorando as atividades acadêmicas”, destaca Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES.

Investimento Capes em pós-graduação pelo Brasil

O valor deve beneficiar programas de pós-graduação de todo o país e será distribuído da seguinte forma:

  • No Norte, 222 programas de pós-graduação receberão R$ 7,1 milhões
  • No Nordeste, 751 beneficiados com R$ 31,5 milhões.
  • No Sudeste, a concessão alcança 1.342 programas de pós-graduação com R$ 92,4 milhões.
  • No Sul, são 650 com R$ 35,2 milhões e, no Centro-Oeste, 287, com R$11,7 milhões.

Ao todo, 3.252 programas de pós-graduação serão beneficiados: 2.762 por meio do Proap e 490 pelo Proex.

Mudança na concessão de bolsas da Capes

No dia 25 de fevereiro a Capes publicou a Portaria nº 40 que modifica a forma como as bolsas serão distribuídas pela coordenação, será implementado gradativamente o seguinte sistema:

  • Cursos que obtiverem nota 3 terão direito, incialmente, a quatro bolsas de mestrado (e nenhuma de doutorado);
  • Os que obtiverem nota 4 terão direito a nove bolsas de mestrado e 12 de doutorado;
  • Os que obtiverem nota 5 terão direito a 11 de mestrado e 16 de doutorado;
  • Aqueles que obtiverem nota 6 terão direito a um quantitativo inicial de 14 bolsas de mestrado e 19 de doutorado;
  • E aqueles que obtiverem a melhor pontuação, 7, terão direito a 15 bolsas de mestrado e 21 de doutorado.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.