Futebol: ranking dos times mais ricos do mundo tem novo líder; saiba quem é

O Manchester City ocupou pela primeira vez na história a liderança no tradicional relatório Football Money League, da consultoria Deloitte. Este estudo classifica os clubes baseado em sua renda gerada pelo futebol e o time de Pep Guardiola foi considerado o mais rico do mundo.

Os dados obtidos são relativos às receitas da temporada de 2020 e 2021. O City é somente o quarto clube diferente a ficar na liderança do ranking desde que ele foi criado, 25 anos atrás. Antes dele, somente o Real Madrid, Barcelona e Manchester United ficaram em primeiro lugar como os clubes mais ricos do mundo do futebol. O Barça ficou na liderança nas duas últimas edições.

O clube que pertence à família real de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, ficou mais fortalecido que seus rivais diante da crise causada pela pandemia de Covid-19. A receita do Manchester cresceu para 644,9 milhões de euros (R$ 3,5 bilhões), um aumento de 17%, o impulsionando do sexto lugar na classificação para o primeiro.

O ranking lista os 30 clubes que mais faturaram no futebol mundial. Porém, é ressaltado pela consultoria que alguns negócios do City são polêmicos, uma vez que diversos patrocinadores importantes, como o da camisa e o Etihad Stadium, mantém um vínculo direto com os proprietários do clube. Esta fatia é correspondente a quase 50% da receita do clube.

Fechando o TOP 10 aparecem o Real Madrid, Bayern de Munique, Barcelona, Manchester United, Paris Saint-Germain, Liverpool, Chelsea, Juventus e Tottenham. No total, 11 clubes ingleses ficaram nas 20 primeiras posições, confirmando a força financeira da Premier League.

É avaliado pelo estudo três tipos de receitas: matchday (tickets para a temporada e bilheteria); direitos de transmissão (o que engloba participações em ligas, copas e competições europeias); e a comercial (marketing, patrocínios e outros). No entanto, os valores oriundos de transferências de jogadores não entram na conta.

O Zenit, da Rússia, é o único clube do Top-30 que não integra as cinco grandes ligas do mundo (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França).

Em média, o rendimento dos 20 clubes listados é de 409 milhões de euros ou R$ 2,2 bilhões, com um pequeno aumento em comparação à temporada 2019/20, graças à transmissão pela televisão dos jogos com portões fechados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.