Casa Verde e Amarela: programa tem novidades para os brasileiros; confira

O Casa Verde e Amarela, substituto do Minha Casa Minha Vida, está com novidades. O conselho curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou duas mudanças que beneficiam as famílias de menor renda no âmbito do programa de financiamento imobiliário.

Uma das mudanças é a revisão da chamada curva do subsídio. Antes, o subsídio máximo era dado para famílias com renda de até R$ 1.450 por mês. Agora, passa a ser dado para famílias com renda mensal de até R$ 1.650. As demais faixas também foram ampliadas, até o desconto mínimo, que agora poderá ser dado para famílias com renda mensal de até R$ 3.700, e não mais R$ 3.350.

Outra mudança realizada no Casa Verde e Amarela foi a ampliação da faixa 1. Antes, eram enquadradas nessa faixa as famílias com renda mensal de até R$ 2 mil. Agora, a faixa 1 inclui famílias com renda de até R$ 2.400 por mês.

Essa ampliação da faixa permite que milhares de famílias, que antes eram enquadradas na faixa 2, possam contar com taxa de juros menor. Na faixa 1, as taxas são de 4,25% para as regiões Norte e Nordeste e 4,5% para as demais regiões. Já na faixa 2, as taxas são de 4,5% para famílias do Norte e Nordeste e de 5% para o restante.

As mudanças foram propostas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e aprovadas pelo conselho curador do FGTS no dia 10 de março. A previsão é de que elas comecem a valer apenas em abril.

Mais subsídio

O subsídio do Casa Verde e Amarela já havia sofrido alterações anteriormente, que ampliaram a concessão desse benefício. O subsídio para construção ou aquisição de imóveis em áreas urbanas foi ampliado de R$ 110 mil para R$ 130 mil. Já o subsídio para esses mesmos fins em áreas rurais passou de R$ 45 mil para R$ 55 mil.

O subsídio reduz o custo total do financiamento e não precisa ser “devolvido” pela família ao governo. Sua ampliação permite que um número maior de famílias tenham condições de acessar o financiamento pelo Casa Verde e Amarela.

Além disso, de acordo com o governo, a medida também visa aquecer o mercado da construção civil, que passou por uma considerável elevação de custos nos últimos anos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.