Golpe no Instagram faz homem perder mais de R$ 15 mil; saiba como se proteger

Golpe no Instagram faz homem perder mais de R$ 15 mil. Estima-se que somente em 2021, golpes financeiros em redes sociais foram responsáveis por US$ 770 milhões em perdas.

Cada vez mais frequentes, os golpes nas redes sociais têm o Instagram como principal plataforma de atuação. De acordo com o relatório da Federal Trade Commission (FTC), uma em cada quatro pessoas que relataram perder dinheiro sendo vítima de fraude no ano de 2021, afirmaram que o golpe teve início nas mídias sociais.

No último ano foram mais de 95.000 vítimas. O número representa 25% do total de perdas por fraude em 2021.

Quem são essas vítimas

O perfil traçado da maioria das vítimas dos golpes nas redes sociais são jovens entre 18 e 39 anos, os alvos em sua maioria possuem maior grau de escolaridade e incluem também profissionais das áreas financeiras.

Em relato para a CNBC, o planejador financeiro certificado, Andrew de 27 anos, perdeu US$ 3.000. O golpista se passava por um consultor de investimentos no Instagram para aplicar o golpe na vítima.

Redes sociais facilitam o trabalho dos golpistas

Nas redes sociais, os golpistas encontram plataformas que permitem fácil acesso aos seus alvos, além de possuir baixo custo. Outro ponto observado é a possibilidade de desenvolver perfis falsos ou invadir contas já existentes.

Um método que tem se popularizado entre os fraudadores são os anúncios falsos que acabam fisgando vítimas para os golpes. Ainda com base no relatório da FTC, os golpes de investimentos envolvendo criptomoedas têm se tornado comuns. 

Como se proteger

Os golpistas sempre aparecem com oportunidades que parecem imperdíveis, mas o que parecer te dar lucro fácil demais merece a sua desconfiança. Saiba quando e como se proteger de possíveis golpes:

  • Desconfie se a oferta parece boa demais para ser verdade: golpistas em sua maioria trarão ofertas atrativas e enfatizaram o quanto está ganhando, por isso desconfie e investigue. Caso a oferta venha de um amigo, faça aquela chamada de vídeo para garantir que é com ele que você está se comunicando;
  • Esteja atento às respostas: respostas rápidas demais podem se tratar de um script de respostas prontas acionadas por palavras chaves utilizadas em suas mensagens;
  • Ative a autenticação multifator para suas contas;
  • Não clique em qualquer link: em caso de atividade incomum em sua conta, não clique em links recebidos, entre em seu perfil e altere a senha.
  • Denuncie contas suspeitas para a plataforma da mídia social que irá averiguar o caso, em caso de golpe realize um boletim de ocorrência.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.