Combustíveis: Vale a pena economizar abastecendo em postos ‘sem bandeira’? Confira cuidados

Pontos-chave
  • Postos sem bandeira são postos sem uma marca famosa
  • Cuidados são os mesmos que nos postos bandeirados
  • Postos sem bandeira também são fiscalizados pela ANP

Há pouco tempo atrás, era sempre necessário conhecer e escolher serviços oferecidos por marcas famosas. Este pensamento fazia com que abastecer em um posto sem bandeira não fosse uma prática indicada. Mas, os tempo mudaram e é importante se atentar a qualidade e confiabilidade do produto oferecido e sempre olhar para o quesito preço. Mas será que vale a pena abastecer em um posto sem bandeira?

O posto sem bandeira também é conhecido em alguns lugares do país pelo nome de “bandeira branca”. Estes postos são aqueles que não carregam nenhuma marca famosa como Ipiranga, Petrobras, Shell ou Ale. 

Postos sem bandeira quase sempre compram o combustível de qualquer refinaria ou distribuidor sem manter um contrato fixo com nenhuma marca conhecida. No passado abastecer nestes postos era menos seguro, pois quase sempre os valores mais baixos resultavam em combustível adulterado.

Ao firmar um contrato com uma distribuidora, o proprietário do posto de combustível fica  amarrado de diversas maneiras. Assinando o contrato, ele fica proibido de comprar de outras distribuidoras, o obrigando a sempre pagar o preço que a bandeira exigir pelo combustível. Fora isso, o contrato geralmente é tão amarrado, que o dono do posto fica limitado a ofertar serviços e personalizar o seu posto de combustível para agradar os clientes.

Embora possa causar desconfiança, um posto sem bandeira traz para todos uma vantagem importante para os clientes e comerciantes. Antes de abastecer em um posto desta categoria é preciso conhecer esse quadro e aproveitar as oportunidades contidas em tudo isso.

Mesmo que ainda seja um pouco arriscado acontecer adulteração no combustível de um posto sem bandeira, esta chance não é muito menor para postos com marcas conhecidas. 

O cenário atual está diferente para melhor, pois a ANP permite um maior controle em cima desta questão. Os combustíveis estão sendo testados e não é mais tão difícil encontrar combustíveis de boa qualidade em qualquer posto. Mesmo assim, alguns postos podem vir a ter adulterações, mas isso é algo possível de acontecer na maioria dos postos.

Postos estão preferindo a bandeira branca 

A maioria das redes de distribuidoras dos derivados de petróleo estão impondo grandes exigências em seus postos. Cientes disto, os postos estão optando por seguir um caminho diferenciado pela liberdade de escolhas, se tornando assim, sem bandeira. Claro que esta decisão não quer dizer que os postos não tem qualidade, uma vez que as empresas sabem que a ANP irá sempre fazer a fiscalização.

Abastecer com segurança em posto sem bandeira é uma coisa simples, mas você deve ficar atento nas respostas que o motor do seu carro dará. Sempre observe para detectar se o seu carro “engasga” ou se está com um consumo menor, pois isso revelará se aquele combustível é bom ou ruim. No caso das motos é ainda mais simples, porque elas costumam não funcionar se aquele tipo de combustível for ruim.

Dicas para economizar combustível

  • Calibre os pneus de maneira correta

Confira no manual do carro qual é a pressão recomendada para os pneus, que pode variar de eixo para eixo e de acordo com a carga transportada.

Os pneus com pressão abaixo da recomendada aumentam a superfície de contato com o solo, fazendo o motor demandar mais energia para manter o carro em funcionamento, o que eleva o consumo. O oposto também acontece, pois quando o pneu está muito cheio eles deixam o carro mais “duro” o que pode diminuir a vida útil de componentes de suspensão.

  • Sempre confira o alinhamento das rodas

Rodas desalinhadas são outro fator que causam o aumento no consumo de combustível e  contribuem para o desgaste prematuro dos pneus.

É recomendado que o alinhamento seja conferido a cada 10 mil quilômetros rodados ou quando o motorista percebe que o veículo está “puxando” para um lado ou outro.

  • Verifique o catalisador e o escapamento

O catalisador, responsável por converter gases tóxicos causados pela queima de combustível em água, gás carbônico e nitrogênio, aumenta o consumo e as emissões se estiver danificado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.