Com preço do petróleo nas alturas, confira dicas para economizar com o combustível

Pontos-chave
  • Preço dos combustíveis está em alta desde 2021
  • Conflito entre Rússia e Ucrânia pode se refletir no preço dos combustíveis
  • Dicas podem ajudar a economizar

Os brasileiros vem sofrendo desde o ano passado com os altos preços da gasolina em todo o país. Quando os preços estavam começando a cair, teve início o conflito entre Rússia e Ucrânia e prejudicou novamente o cenário. Diante disso, dicas de como economizar combustível continuam válidas. Confira algumas abaixo. 

Calibre os pneus de maneira correta 

Confira no manual do carro qual é a pressão recomendada para os pneus, que pode variar de eixo para eixo e de acordo com a carga transportada.

Os pneus com pressão abaixo da recomendada aumentam a superfície de contato com o solo, fazendo o motor demandar mais energia para manter o carro em funcionamento, o que eleva o consumo. O oposto também acontece, pois quando o pneu está muito cheio eles deixam o carro mais “duro” o que pode diminuir a vida útil de componentes de suspensão.

É importante verificar como está a calibragem dos pneus a cada 15 dias, sempre com os pneus frios. Quando eles estão quentes, o ar dentro deles expande e o usuário acaba calibrando com pressão mais abaixo do que deveria.

Conduza com suavidade e antecipe manobras 

Quanto mais o motorista respeitar a rotação do motor, melhor será o rendimento e o consumo do automóvel.

O RPM (Rotações por Minuto) é a medida de rotação do motor e as passagens de marcha devem acontecer quando a rotação atingir, na média, entre 2.000 rpm e 2.500 rpm. Existem veículos que avisam o condutor o melhor momento para a troca de marcha e esse patamar pode ser diferente para cada modelo.

Em grande parte das vezes, quando o motorista ultrapassa a faixa de giro, o consumo de gasolina cresce, pois o condutor fica acelerando e forçando a marcha desnecessariamente.

Acelere e freie de maneira gradual e use o freio-motor nas reduções de velocidade. É importante ressaltar que descer ladeiras no ponto-morto não faz com que o combustível seja economizado e ainda desgasta os freios de maneira prematura.

Sempre confira o alinhamento das rodas 

Rodas desalinhadas são outro fator que causam o aumento no consumo de combustível e  contribuem para o desgaste prematuro dos pneus. 

É recomendado que o alinhamento seja conferido a cada 10 mil quilômetros rodados ou quando o motorista percebe que o veículo está “puxando” para um lado ou outro. 

Realize o balanceamento dos pneus para evitar trepidações e para manter o veículo estável.

Faça a troca do filtro e do óleo dentro do prazo 

Se atentar a manutenção do carro, que engloba as revisões dentro do prazo estipulado e quilometragem recomendada, diminui o gasto de gasolina em no mínimo 10%. Isso inclui a troca de óleo lubrificante do motor, assim como a substituição do respectivo filtro. Em caso de veículos com quilometragem alta, é importante verificar o nível do óleo uma vez por semana.

Use o ar condicionado de maneira correta 

O uso do ar-condicionado pode aumentar o consumo de combustível em 20%, uma vez que o compressor do equipamento é acionado por uma correria ligada ao motor. Sempre que possível de preferência ao ar natural.

Na estrada, a dica é outra. Na estrada costumamos andar com uma velocidade consideravelmente mais alta que na cidade. Com isso, ao andar com as janelas abertas é causada uma resistência contrária à direção que o carro está indo, prejudicando a aerodinâmica do carro. Isto pode causar um consumo de combustível ainda maior que o ar-condicionado.

Verifique o catalisador e o escapamento 

O catalisador, responsável por converter gases tóxicos causados pela queima de combustível em água, gás carbônico e nitrogênio, aumenta o consumo e as emissões se estiver danificado. 

Pode acontecer ainda o desprendimento de componentes internos do catalisador e do sistema de escape, o que prejudica a saída dos gases. Isso faz a temperatura do motor se eleve e aumente o consumo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.