Após sofrer embargos, Putin dá ‘contra-golpe’ e vai limitar comércio de matérias-primas

Reagindo aos embargos dos Estados Unidos ao petróleo e ao gás natural, o presidente Vladimir Putin comunicou que irá limitar ou até mesmo proibir o comércio de matérias-primas da Rússia até o fim de 2022.

Em no máximo dois dias, serão listados os produtos e países que serão atingidos por este decreto do presidente divulgado pelo Kremlin. Desta forma, a Rússia não comercializará nem comprará produtos básicos.

A ação de Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, que de acordo com ele foi coordenada com seus aliados ocidentais, tem o objetivo de castigar a Rússia pelo conflito iniciado na Ucrânia no fim do mês passado. Esta ação se junta a diversas e severas sanções econômicas. 

Os mais importantes bancos da Rússia foram retirados do sistema internacional de pagamentos, 250 empresas estrangeiras saíram do território russo e mesmo o acesso do Banco Central aos US$ 640 bilhões de reservas cambiais foi degradado.

A maior represália da Rússia deve se concentrar na Europa. Na última segunda, 7, Alexander Novak, vice-premiê, afirmou que o gasoduto Nord Stream 1, que leva até 55 bilhões de metros cúbicos do produto da Rússia para a Alemanha anualmente, poderá ser fechado.

Os Estados Unidos criticam a muitos anos os europeus por sua ligação energética com Vladimir Putin e empresas associadas do Nord Stream já sofreram sanções de Washington.

A exportação de petróleo, por sua vez, deve se estender para todos os países da lista de nações tidas como hostis na crise ucraniana pelo Kremlin, como os 27 integrantes da União Europeia, Japão e Austrália.

O Brasil não foi incluído na lista e pode até mesmo obter algum ganho em meio a esta crise exportando produtos que estando proibidos a outros países.

Isto não será o suficiente para cobrir os choques da batizada “bomba atômica das sanções” por parte dos Estados Unidos, que tem a finalidade de punir Putin pelo conflito. Novak já tinha previsto que o barril de petróleo poderia atingir a casa dos US$300, diante dos dos US$130 registrados ontem, 8.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.