Petrópolis: Prefeitura promete aluguel social para famílias

Prefeitura de Petrópolis anuncia novas medidas para auxiliar as famílias que perderam suas residências. Com centenas de cidadãos sem ter para onde ir, devido as fortes enchentes que derrubaram parte significativa da cidade, o governo municipal informou que irá conceder um aluguel social de R$ 1 mil. Espera-se que cerca de 800 pessoas sejam contempladas. Entenda.

A cidade de Petrópolis vem recebendo uma série de abonos para conseguir se recuperar das últimas semanas de enchente. Já são mais de 12 dias de buscas, atualmente há 20 pessoas desaparecidas e centenas com suas residências perdidas. Buscando minimizar os impactos, a prefeitura informou que fará um aluguel social.

Detalhes sobre o aluguel social

Segundo os informes já liberados, serão pagos R$ 1 mil para os cidadãos que tiveram as residências afetadas. Desse total R$ 800 deve ser custado pelo governo estadual e R$ 200 pelo municipal.

A medida conta ainda com a consolidação da isenção do IPTU para imóveis alugados, livrando a população também das tarifas da coleta de lixo. O

Famílias de Petrópolis terão direito a aluguel social de R$ 1 mil e isenções o prefeito, Rubens Bomtempo (PSB), informou que está trabalhando também para garantir a isenção de taxas de água e energia elétrica.

“O governador se convenceu que, realmente, com R$ 500, ficaria impossível conseguir casa popular em área segura pro povo de Petrópolis, que hoje estão nos nossos abrigos improvisados”, disse Rubens.

“Vamos solicitar que as concessionárias de água e energia elétrica façam as ligações, assim que acontecer o aluguel. E vamos solicitar também a isenção da taxa para essas pessoas que estiverem morando lá com o aluguel social. Vamos nos empenhar para que as concessionárias façam essa isenção”.

“Precisamos muito de ajuda, e é primordial que esses atendimentos sejam feitos de forma coordenada para que se tenha o controle da situação e para que as famílias tenham segurança, o cadastro é necessário”, concluiu.

Outras propostas anunciadas:

  • Compra de kits-moradia
  • Cartão Imperial, no valor de R$ 70, por pessoa para a compra de alimentos

Até o momento, não foram liberados mais detalhes sobre a concessão do aluguel. A previsão é de que o projeto seja encerrado e posteriormente divulgado ainda nas próximas semanas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.