INSS 2022: quando começa o pagamento do 13º salário?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) finalmente estabeleceu um cronograma de pagamentos para o 13º salário dos aposentados e pensionistas. A previsão é para que a primeira parcela do abono natalino comece a ser liberada a partir do mês de agosto e a segunda de novembro em diante.

INSS 2022: quando começa o pagamento do 13º salário?
INSS 2022: quando começa o pagamento do 13º salário? (Imagem: FDR)

Em ambos os casos, os pagamentos do 13º salário serão efetuados concomitantemente ao calendário oficial do INSS, ou seja, seguindo a ordem do dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Lembrando que os aposentados e pensionistas recebem os salários previdenciários em dois grupos distintos.

O primeiro é direcionado a quem recebe benefícios equivalentes ao piso nacional e o segundo aos segurados que recebem quantias a partir de um salário mínimo até atingir o teto do INSS que, em 2022 é de R$ R$ 7.087,22.

A primeira parcela é integral equivale a 50% do valor do benefício,  não havendo a incidência de nenhum desconto. Já a segunda parcela conta com a soma de reduções tributárias do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), se o pensionista em questão for contribuinte.

Em 2022 a previsão é para que a primeira parcela do 13º salário do INSS seja liberada entre 25 de agosto a 7 de setembro. Já a segunda parcela deve ser depositada para os aposentados e pensionistas entre 24 de novembro e 7 de dezembro.

Têm direito ao 13º salário do INSS os beneficiários que no decorrer dos últimos 12 meses foram amparados por benefícios como: aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão.

Calendário do 13º salário do INSS

Ao que parece, este ano o 13º salário do INSS não será antecipado pelo Governo Federal. Nos últimos dois anos a medida foi efetivada com o propósito de auxiliar os segurados da autarquia que compõem o grupo de risco da pandemia da Covid-19 e ficaram de fora das iniciativas federais de benefícios emergenciais.

Sendo assim, um cronograma de pagamentos já foi estabelecido pelo instituto. Veja:

Calendário para quem recebe até um salário mínimo

Benefício final 1ª parcela 2ª parcela
1 25 de agosto 24 de novembro
2 26 de agosto 25 de novembro
3 29 de agosto 28 de novembro
4 30 de agosto 29 de novembro
5 31 de agosto 30 de novembro
6 1 de setembro 1 de dezembro
7 2 de setembro 2 de dezembro
8 5 de setembro 5 de dezembro
9 6 de setembro 6 de dezembro
0 8 de setembro 7 de dezembro

Calendário para quem recebe mais de um salário mínimo

Benefício final 1ª parcela 2ª parcela
1 e 6 1 de setembro 1 de dezembro
2 e 7 2 de setembro 2 de dezembro
3 e 8 5 de setembro 5 de dezembro
4 e 9 6 de setembro 6 de dezembro
5 e 0 8 de setembro 7 de dezembro

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.