Flow Podcast perde diversos patrocínios após falas polêmicas; entenda

Um comentário infeliz e grave levou pessoas de todo o país a boicotarem o podcast Flow. A ação se desdobrou enquanto o episódio mais recente do programa estava em transmissão na última segunda-feira, 7, quando um dos locutores defendeu a criação de um partido nazista no Brasil.

A declaração foi feita pelo youtuber e apresentador do podcast, Bruno Aiub (Monark), alegando que a esquerda radical possui muito mais espaço livre para atuação política do que a direita radical. “Eu sou muito mais louco que todos vocês. Acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido”, disse o apresentador.

No mesmo instante, a convidada do podcast, a deputada federal Tabata Amaral, rebateu a declaração do apresentador. Mas não parou por aí, pois as críticas nas redes sociais vinculadas a termos como “Monark” e “Nazismo” conquistaram os trending topics do Twitter nos últimos dois dias. Diante de tamanha repercussão, grandes marcas patrocinadoras do programa Flow decidiram romper os contratos ativos.

Entre elas estão o iFood, Flash, WiseUp, Bis, Insider, Blaze, Ragazzo, Amazon Music, Amazon Video e Puma. Na oportunidade, o iFood publicou um comunicado oficial informando não ter relações comerciais com os Estúdios Flow desde o mês de novembro do ano passado.

Enquanto isso, a fintech Flash Benefícios reforçou a importância de se posicionar diante de tamanho absurdo, o que por sinal, levou ao rompimento formal da parceria comercial.

Outras marcas como Puma, Bis e Mondelez afirmaram já não serem mais patrocinadoras do podcast, e que apenas tiveram a oportunidade de fazerem participações pontuais no programa em virtude de interesses comerciais específicos. Foi então que a Puma comunicou já ter solicitado há tempos ao podcast pela retirada do logo como patrocinadora do programa e agora reforça o pedido.

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro também decidiu romper o contrato com os Estúdios Flow que, em um de seus programas transmitia os jogos do Campeonato Carioca. A alegação apresentada foi o fato de o podcast ter feito apologia ao nazismo em plena rede nacional, indo contra os preceitos de defensora da igualdade e respeito preservados pela federação.

Sobre o Ragazzo, o posicionamento é o seguinte: “O Grupo Habib’s, detentor da rede de fast food Ragazzo, repudia qualquer tipo de violência ou atitude preconceituosa e informa que atos desta natureza não fazem parte da conduta da marca, assim como de suas comunicações e parcerias. Em relação à recente polêmica envolvendo o Flow Podcast, a companhia esclarece realizou no passado ações pontuais com o canal e que atualmente não tem nenhum vínculo com o podcast ou seus apresentadores”.

Mas o rompimento de contratos não foi o único prejuízo que atingiu o podcast Flow. Isso porque, vários convidados que já haviam confirmado a participação no programa cancelou o parecer. É o caso do ex-treinador, Zico, que concederia uma entrevista ao Flow Sport Club desta terça-feira, 8.

A insatisfação foi tamanha que levou o jornalista esportivo, Benjamin Back, descendente de judeus e que participou do programa em 2021, a solicitar a retirada da entrevista dele do ar.

“Se eu soubesse que vocês apoiam o nazismo, jamais teria participado desse podcast! Inclusive, gostaria que o meu episódio fosse retirado do ar, pois não compactuo com esse tipo de pensamento! Triste de saber que vocês pensam assim, tolerar e apoiar o nazismo é inadimissível!”, escreveu o jornalista.

Diante dos impactos estrondosos, na madrugada de terça-feira, 8, o apresentador publicou um vídeo em sua conta no Twitter pedindo desculpas pela infeliz declaração, afirmando estar bêbado durante a gravação do podcast.

Neste mesmo sentido, os Estúdios Flow publicaram um comunicado oficial se desculpando pelo ocorrido e alegando trabalhar com transparência em comprometimento à Democracia e Direitos Humanos.

A nota também informava sobre a retirada do episódio 545 do ar, bem como sobre o desligamento do youtuber e apresentador, Bruno Aiub (Monark) dos Estúdios Flow.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.