PicPay libera Pix com pagamento via cartão de crédito; saiba como usar

A carteira digital PicPay começou a oferecer uma nova maneira de utilizar o PIX. A partir de agora, os usuários poderão utilizar o limite do cartão de crédito para fazer um PIX. A nova funcionalidade irá ajudar as pessoas que precisam fazer um PIX em determinado momento e não possuem dinheiro na conta.

Além disso, os usuários poderão parcelar o valor da transferência em até 12 vezes. Nesta nova funcionalidade, o limite do seu cartão se torna saldo na carteira e depois automaticamente o PIX é efetuado.

Utilizando a novidade, os clientes do PicPay paga o valor dentro da fatura, podendo parcelar. Para ativar o pagamento através do cartão de crédito, é preciso digitar o valor desejado, desabilitar o saldo como forma de pagamento e selecionar ou adicionar um cartão.

  • Como funciona a novidade?

O processo é bem simples. O limite que cada cliente possui no cartão de crédito pode virar saldo na conta digital do PicPay, para que ele possa fazer transferências. Desta forma, o valor só será pago na fatura.

PicPay firma parceria com o Twitter 

A rede social Twitter liberou no mês de setembro, um recurso batizado de “Bonificações” para fazer com que os influenciadores da plataforma ganhem gorjetas diretamente no Twitter. Por enquanto aqui no Brasil, somente o PicPay disponibiliza este tipo de transação.

No futuro, outros serviços e plataformas serão liberados, assim como pagamentos em bitcoin.

O sistema de gorjetas estava funcionando apenas nos EUA para um grupo restrito de influenciadores, porém agora, usuários dos sistemas iOS e Android podem enviar e receber pagamentos digitais.

Segundo o Twitter, a rede social não receberá nenhuma porcentagem em cima das transações.

Antes era preciso que estes usuários colocassem links externos para que seus seguidores pudessem ajudar com algum valor. Agora, tudo isso pode ser feito dentro da rede social.

O Twitter está trabalhando em formas de deixar a plataforma mais segura, como por exemplo, um alerta para quando o usuário estiver em uma discussão mais séria. Ele vai poder sair das conversas que não queira mais participar, para evitar ofensas e xingamentos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.