Imóveis: lançamentos de alto padrão crescem e de baixo padrão caem no Brasil

A Abrainc divulgou os últimos dados em parceria com a Fipe e eles revelam uma  alta de 228,4% nos lançamentos de imóveis de Médio e Alto Padrão (MAP). Já nas habitações do programa Casa Verde e Amarela (CVA), do Governo Federal, registraram queda de 39,6% no mesmo período.

Esse levantamento contou com informações compartilhadas por 18 empresas associadas à Abrainc.

No acumulado de 12 meses, encerrando em outubro passado, a diminuição dos lançamentos do CVA foi de 6,3%. No segmento de MAP registrou aumento de 178,3%, em relação aos 12 meses precedentes.

Apesar da redução no volume de lançamentos, as habitações do CVA representam 66,4% dos novos empreendimentos analisados.

Ao todo, 142.282 novas unidades foram disponibilizadas no mercado doméstico no acumulado de 12 meses, o que corresponde a um aumento de 20,8%, quando comparado ao período imediatamente precedente.

Casa Verde e Amarela

O Governo Federal tem se empenhado em reduzir o déficit habitacional no país e retomou obras, ampliou o programa nacional de habitação popular, o Casa Verde e Amarela.

No mês de outubro de 2021, data da divulgação do último balanço, o número de 1,2 milhão de unidades entregues à população desde 2019.

O Programa Casa Verde e Amarela reúne iniciativas habitacionais do Governo Federal para ampliar a oferta de moradias para famílias de baixa renda.

No ano de 2022 promete realizar mais entregas e mais famílias conquistando a moradia própria.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, dá um panorama das iniciativas do programa e os resultados conquistados.

O programa trouxe diversos benefícios dentre eles a menor taxa de juros que o programa já exerceu em toda sua história, 4,25% ao ano no Norte e Nordeste e 4,50% nas demais regiões do país.

Isso fez com que  em 2020, aumentamos em 25% a contratação de imóveis no Nordeste brasileiro e 12,5% em todo o território nacional, mesmo com a pandemia.

Assim, a família só pode comprometer até 30% da sua renda. Mas, como o juros diminuiu muito, permite que pessoas que ganham até R$ 2 mil possam ingressar no programa em uma quantidade muito maior, o que favoreceu regiões mais pobres do país, em especial o Nordeste.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.