Banco Inter quer ensinar jovens a investir por meio do Metaverso

O Banco Inter anunciou recentemente que atingiu a marca de 1 milhão de correntistas em sua conta Kids, conta digital voltada para menores de 18 anos. Esse produto foi inaugurado em 2020 a pedido de pais e responsáveis e foca na educação financeira dos jovens.

Segundo o banco,a conta kids somava 65,7 mil correntistas em janeiro de 2020. No final do ano de sua estreia, saltou para 219,4 mil clientes. 

Em entrevista ao Money Times, a CMO do banco, Priscila Salles, afirmou que atualmente  são fechadas cerca de 80 mil Conta Kids por mês no Inter.

Desse total,  cerca de 80% são de adolescentes entre 13 e 17 anos e os outros 20% de crianças entre zero e 12 anos.

Priscila disse ainda que o produto abrirá uma nova caracterização, com diferenciação entre crianças e adolescentes, para engajar ainda mais com os públicos específicos de jovens. E afirmou que o banco lançará um home broker, que é sistema que permite a negociação de ações e outros ativos financeiros, para crianças e adolescentes,mas ainda não há previsão de estreia.

Home broker

O banco quer lançar um home broker intuitivo e fácil, que atenda não somente os mais novos, mas todos que não tem familiaridade com o sistema. 

“Mais do que apenas criar uma plataforma de investimento adaptada ao público geral, nosso objetivo é ensinar nossos clientes todo o processo, como executar uma operação na bolsa de valores, como vender e comprar ações”, disse a CMO do Inter.

Assim como os adultos, os jovens que entrarem na aba de investimentos de renda variável da Conta Kids precisarão fazer um teste de perfil de investidor, para entender se são mais conservadores, moderados ou arrojados para as futuras aplicações.

Como funciona a conta kids?

A Conta Kids do Banco Inter é gratuita, 100% digital, funciona como uma conta digital normal, mas deve ser gerenciada ou acompanhada por um responsável maior de 18 anos. Para abrir a conta Kids do Inter, é preciso enviar foto do CPF e RG do menor e do responsável, sendo que o processo de abertura é totalmente online.

Metaverso

Priscilla afirmou que, com a aquisição de 50% da IM Designs, empresa especializada em desenvolver ferramentas em 3D para a criação de projetos de realidade virtual, aumentada e mista, o banco busca investir no metaverso, acelerando a parte de gift cards e jogos do aplicativo.

“Esta parte de plataforma de games está super acelerada. O mundo está passando por muitas inovações, e, a fim de acompanhar este crescimento, achamos que existe um possibilidade muito legal de explorar a estratégia do metaverso na Conta Kids”, afirmou Salles.

Esse investimento em metaverso busca proximidade com a linguagem dos mais jovens, a fim de tornar a vivência bancária mais “gamificada“. Desta maneira, a intenção do Inter é começar uma relação com seus clientes desde pequenos em busca de uma laço mais duradouro a longo prazo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.