Cidade em São Paulo cria “Uber” próprio e motoristas fica com 95% da tarifa

Em tempos de crise econômica, gestão municipal inova ao incentivar aplicativos com serviços colaborativos entre a população. A prefeitura de Araraquara, no interior de São Paulo, chegou uma espécie de Uber que repassa até 95% dos valores das corridas para os motoristas cadastrados. O projeto vem se expandido para outras regiões. Acompanhe.

Diante da alta no preço da gasolina, muitas pessoas pararam de utilizar seus transportes individuais, aumentando o fluxo de pessoas nos coletivos. Desse modo, para otimizar o problema, a prefeitura de Araraquara criou o Bibi Mobi, que funciona como um Uber com repasse quase integral do valor.

Detalhes do Uber coletivo

O aplicativo permite que a população possa se cadastrar como motoristas e ficar disponível para os usuários, assim como na Uber. No entanto, o valor repassado para quem atua como profissional é de 95%, enquanto em ferramentas similares varia entre 60% e 70%.

O projeto da Bibi Mobi começou a ser elaborado ainda em 2020, sob solicitação da gestão local que sugeriu também a Cooperativa de Transporte de Araraquara (Coomappa). 

 “Assim como em todas as regiões, sabíamos dos diversos problemas que têm afetado os motoristas de aplicativos, como o preço dos combustíveis e a baixa remuneração. Aproveitando o mote do Coopera Araraquara, decidimos chamar esses motoristas para que eles montassem uma cooperativa”, disse Camila Capacle, coordenadora de Trabalho e Economia Criativa e Solidária de Araraquara, ao UOL.

“Tivemos uma grande quantidade de motoristas que fizeram a adesão e estamos crescendo e foi até surpreendente a quantidade de pessoas que aderiram”, contou a presidente da Coomappa, Katia Cristina Anello, no lançamento do aplicativo no último dia 3 de janeiro.

Demais iniciativas

Além do app de transporte, a prefeitura de Araraquara vem incentivando os trabalhadores a se reunirem em uma espécie de cooperativa através do programa “Coopera Araraquara”. Serão lançados também dois novos aplicativos neste ano, um para motofrete e outro para delivery de comida. 

Atualmente, a Bibi Mob já tem mais de 200 motoristas cadastrados e 7000 usuários. Ela funciona em cidades vizinhas como Américo Brasiliense, Santa Lúcia e Rincão.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.