Bug faz consumidores conseguirem cupons de desconto de até R$ 500 na Amazon; confira

Na quinta-feira (26), a plataforma de conteúdos da Amazon se tornou um dos assuntos mais comentados na internet, apenas  no Twitter, mais de 1,1 milhão de postagens usaram o nome da empresa. 

O motivo disso é que vários cupons promocionais foram liberados durante a madrugada. Muitos internautas aproveitaram para garantir produtos de graça ou quase de graça.

Durante as primeiras horas da manhã, uma falha no site da Amazon permitiu a realização de compras usando múltiplos cupons de desconto, esses que geralmente são disponibilizados para novos usuários.

Na parte da manhã, os cupons não estavam mais válidos. A Amazon explicou o que aconteceu em nota. Os cupons foram liberados por um erro no site da empresa, que foi rapidamente corrigido. 

A empresa disse lamentar qualquer inconveniente causado e que entrará em contato com os clientes impactados. 

De acordo com os relatos nas rede social, o site da Amazon chegou a oferecer cupons que permitiam até R$ 500 de desconto para contas recém-criadas na plataforma.

As ofertas podiam ser aplicadas de maneira cumulativa, garantindo preços baixos e até mesmo produtos gratuitos, incluindo livros e games.

Cancelamento das compras

Esses cupons fizeram com que o site tivesse um alto tráfego de usuários e o sistema da Amazon começou a apresentar falhas, dificultando a criação de contas e a conclusão do processo.

Alguns internautas acreditaram que os descontos foram disponibilizados por um erro no sistema da Amazon Brasil, o que fez alguns temerem o cancelamento de pedidos.

De acordo com o advogado Marco Antonio de Araújo Jr, especialista em Direito do Consumidor e das Novas Tecnologias, nos casos de erros graves na plataforma de compras, a empresa pode cancelar as compras.

São dois princípios importantes que regem o direito do consumidor: o da boa-fé objetiva o da informação.

O primeiro vale tanto para o consumidor quanto para a empresa: “Se as pessoas criaram um subterfúgio e contas secundárias para se valer de uma falha técnica grosseira, visível, aplicando um cupom de forma indevida, é possível que esses pedidos sejam cancelados”..

Por outro lado, se houve uma falha de comunicação da empresa, por exemplo, uma campanha promocional onde não foi especificado como os cupons poderiam ser utilizados e quem poderia usá-los , a empresa teria que cumprir o que foi oferecido.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.