Mercado Livre deve lançar sua criptomoeda em breve; saiba como vai funcionar

O Mercado Livre deve dar mais um passo no setor de criptomoedas, depois de ter disponibilizado para alguns usuários a funcionalidade de comprar e vender ativos digitais no aplicativo do Mercado Pago, encontraram indicativos que a plataforma pode estar se preparando para lançar sua moeda virtual.

Essa descoberta foi feita pelo engenheiro de computação Diego Marignac, da Argentina,que por meio do seu Twitter afirmou ter encontrado a palavra melicoin no código do site do Mercado Livre. Segundo o especialista, não é utilizado em nenhuma ferramenta ou aplicação da plataforma.

A palavra Meli, está presente em melicoin, e é usada constantemente pelo Mercado Livre para se referir a si mesmo, nas comunicações oficiais, eventos promovidos pela empresa ou até mesmo o seu código de ação em diversas bolsas de valores.

Até agora, nada está confirmado pela empresa sobre essa descoberta do engenheiro argentino.

Criptomoedas e Mercado Livre

Caso seja confirmada a existência da criptomoeda, ela não será a primeira investida da empresa nesse setor. No começo de dezembro de 2021,a plataforma disponibilizou para parte dos usuários do Mercado Pago a opção de compra e venda de ativos digitais.

A implementação inicial da ferramenta, possui três ativos disponíveis para negociação: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Pax Dollar (USDP), com investimentos mínimos de R$ 1, e taxas de 2% por transação.

Cerca de 6 meses antes do lançamento dessa função no Mercado Pago, o Mercado Livre se tornou a primeira empresa de grande porta na América Latina a investir em Bitcoin, comprando um total de US$ 7,8 milhões (cerca de R$ 45 milhões, na conversão atual) do ativo, como parte de uma estratégia de preservação de reservas financeiras da empresa.

O que são as criptomoedas?

As criptomoedas é um tipo de dinheiro, porém com a diferença de ser totalmente digital. Além disso, ela não emitida por nenhum governo como o dinheiro utilizado por nós.

De acordo com o site Bitcoin.org, mantido pela comunidade ligada ao Bitcoin, as criptomoedas foram descritas pela primeira vez em 1998 por Wei Dai, que sugeriu usar a criptografia para controlar a emissão e as transações realizadas com um novo tipo de dinheiro. Isso dispensaria a necessidade da existência de uma autoridade central, como acontece com as moedas convencionais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.