Caixa libera saque do FGTS para mais cidades atingidas pelas fortes chuvas; saiba como solicitar

Diante das enchentes provocadas pelas fortes chuvas e os impactos que este fenômeno nitidamente têm causado sobre as vítimas, o Governo Federal junto à Caixa Econômica decidiu liberar alguns benefícios como forma de oferecer um amparo financeiro a essas pessoas. Assim, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) será liberado a caráter emergencial para as vítimas das enchentes.

Caixa libera saque do FGTS para mais cidades atingidas pelas fortes chuvas; saiba como solicitar
Caixa libera saque do FGTS para mais cidades atingidas pelas fortes chuvas; saiba como solicitar. (Imagem: FGTS)

Logo, o saque do FGTS já está liberado para os residentes de municípios da Bahia (BA) e de Minas Gerais (MG) que estão desabrigados ou desalojados como efeito das fortes chuvas que atingiram tais localidades nos últimos dias. 

A iniciativa é prevista a caráter obrigatório na legislação por meio do Decreto nº 5.113, de 2004, que determina ao Governo Federal a liberação do saque no prazo máximo de 30 dias após a publicação por parte do município ou do Distrito Federal (DF) de calamidade pública. 

O prazo mencionado deve ser contabilizado a partir do dia seguinte ao do desastre. Portanto, todas as prefeituras que decretaram estado de calamidade pública com o devido reconhecimento do Ministério do Desenvolvimento Regional através de portarias, já tornam os trabalhadores e respectivos moradores aptos ao saque calamidade do FGTS. O limite de retirada é de R$ 6,2 mil. 

Na oportunidade, a Caixa Econômica informou que irá auxiliar as autoridades locais a agilizar a solicitação do reconhecimento do estado de calamidade. Vale mencionar que as vítimas das enchentes poderão acessar o FGTS de forma digital, sem a necessidade de irem até uma agência da Caixa, para isso, basta fazer o download do aplicativo do FGTS no aparelho celular. 

Em seguida, o cidadão deve selecionar a opção “Meus Saques”, e indicar uma conta da Caixa, podendo ser, inclusive, a conta poupança social digital do Caixa Tem, ou de outra instituição financeira para receber os valores. Veja o passa a passo detalhado a seguir:

Solicitação do FGTS pelo celular

  • Fazer o download do aplicativo FGTS e inserir as informações de cadastro;
  • Ir na opção “Meus saques” e selecionar “Outras situações de saque – Calamidade pública” – acessar a cidade;
  • Encaminhar os seguintes documentos: foto de documento de identidade, comprovante de residência em nome do trabalhador, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade;
  • Selecionar a opção para creditar o valor em conta Caixa, inclusive a Poupança Digital Caixa Tem, ou outro banco e enviar a solicitação;
  • O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.

Documentação necessária 

  • Carteira de Identidade – também são aceitos carteira de habilitação e passaporte;
  • Comprovante de residência em nome do trabalhador: conta de luz, água ou outro documento recebido via correio, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade.
  • Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável, caso o comprovante de residência esteja em nome de cônjuge ou companheiro(a).

Municípios aptos ao saque calamidade do FGTS

Bahia

  • Eunápolis;
  • Medeiros Neto;
  • Mundo Novo;
  • Prado;
  • Ilhéus;
  • Canavieiras;
  • Machacalis;
  • Teixeira de Freitas;
  • Itabuna;
  • Itororó;
  • Jiquiriçá.

Minas Gerais

  • Águas Formosas;

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.