Crise dos reajustes: protestos dos servidores gera transtornos nas fronteiras

O Orçamento Geral da União de 2022 foi aprovado incluindo o reajuste salarial dos policiais federais. Graças a isso, outras categorias de servidores públicos começaram a reivindicar aumentos criando assim uma crise, a crise dos reajustes.

Em Brasília, a mobilização dos funcionários públicos pela melhoria salarial começou a provocar efeitos negativos, sendo uma das consequências da crise dos reajustes. A formação de filas pode vir a prejudicar o abastecimento de diversos produtos no país.

No Porto de Santos, em São Paulo, o trigo vindo da Argentina está com a liberação em atraso o que causa preocupação. Na região Norte, 800 caminhões, carregados com diversos produtos, ficaram parados na fronteira, segundo o governador de Roraima, Antonio Denarium (PP).

Em meio da crise dos reajustes, os auditores da Receita Federal adotaram uma operação padrão, desde o dia 23, para pressionar o governo federal a realizar a regulamentação do pagamento de um “bônus de eficiência” para toda a categoria.

O protesto por reajuste já chegou aos funcionários do Banco Central (BC) e também aos auditores do Trabalho, que ameaçaram entregar cargos de confiança. Além disso, uma paralisação está marcada para o dia 18 deste mês bem como uma greve geral para fevereiro.

Segundo o Ministério da Agricultura, o problema em Santos está relacionado à carga de duas embarcações. Uma delas desembarcou no dia 2, porém não foi liberada em função da operação padrão. Assim, o carregamento bloqueou o descarregamento do outro navio.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Rubens Barbosa, falou sobre a importância do produto e a necessidade de o problema ser resolvido. Pois, segundo Barbosa, trata-se de um produto essencial para a nossa alimentação.

Em relação ao trigo, o despacho da carga passaria tanto pelos auditores da Receita Federal quanto pelos fiscais federais agropecuários. Estes também iniciaram uma operação padrão em dezembro.

Assim, os auditores estão sendo mais rigorosos nos procedimentos. O resultado disso é o atraso nas análises dificultando os despachos. A operação padrão foi adotada para fazer pressão no governo federal para regulamentar o pagamento de um bônus à categoria.

A Santos Port Authority (SPA), administradora do porto, afirmou que Santos está funcionando normalmente. De acordo com a companhia, havia ontem dois navios com carga de trigo no Porto de Santos, cada uma com capacidade de 17,5 mil toneladas.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.