IPVA 2022: Proprietários do Ceará já podem emitir boleto; saiba como

No Estado do Ceará, os proprietários de veículos já conseguem emitir o boleto de pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com vencimento para 2022. Os contribuintes interessados em regularizar a situação desde já, podem acessar as guias de pagamento por meio do portal da Secretaria da Fazenda (Sefaz) ou pelo aplicativo Meu IPVA.

IPVA 2022: Proprietários do Ceará já podem emitir boleto; saiba como
IPVA 2022: Proprietários do Ceará já podem emitir boleto; saiba como. (Imagem: FDR)

É importante informar que o boleto pode ser pago junto às agências dos principais bancos, como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, BNB, Bradesco, Santander e Itaú.

Também é possível efetuar o pagamento em casas lotéricas e com cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco. Lembrando que a tabela com os valores do IPVA de 2022 do Ceará foi divulgada pela Sefaz no dia 28 de dezembro. 

O valor do tributo está condicionado a fatores como o ano e o modelo do veículo, sendo que, quanto mais caro for o veículo, maior será o valor do imposto. Outro fator a se ter em mente é que o cálculo para chegar ao valor final do IPVA é feito de duas maneiras, sendo a primeira aplicando a alíquota do estado sobre o valor presente na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) se tratando de veículos usados.

Mas na circunstância de veículos novos 0 km, utiliza-se o valor disposto na nota fiscal da compra. A pasta competente ainda aproveitou para ressaltar que não enviará as guias de recolhimento do IPVA de 2022 via e-mail ou pelos Correios.

A expectativa é para que cerca de 2,34 milhões de veículos sejam tributados pelo Governo do Ceará em 2022. Em conjunto a isso, a previsão de arrecadação gira em torno de R$ 1,45 bilhão. 

Do total recolhido por meio deste tributo, 50% pertencem ao Tesouro Estadual e 50% são destinados aos cofres dos municípios onde os veículos foram registrados através do emplacamento. Neste ano, os contribuintes que optarem pelo pagamento à vista do IPVhttps://fdr.com.br/2022/01/03/iptu-e-ipva-2022-em-que-casos-vale-pena-pagar-vista-ou-realizar-o-parcelamento/A serão contemplados por um desconto de 15%, bem como o abatimento pela participação no programa Sua Nota Tem Valor. 

Os cearenses cadastrados no programa podem conferir o desconto disponível tanto pelo site quanto pelo aplicativo Sua Nota Tem Valor. Ao acessar a plataforma, basta selecionar a opção “Pontuação IPVA”.

Mas vale destacar que o pagamento não se limita à cota única, pois o Governo do Ceará possibilita aos proprietários de veículos o parcelamento do imposto em até cinco vezes, desde que o valor de cada parcela não seja inferior a R$ 100.

Veja o calendário de parcelamento do IPVA no Ceará em 2022:

  • 1ª parcela: 10 de fevereiro;
  • 2ª parcela: 10 de março;
  • 3ª parcela: 11 de abril;
  • 4ª parcela: 10 de maio;
  • 5ª parcela: 10 de junho;

Os contribuintes que escolherem pagar o valor total do IPVA em cota única, deve efetuar o pagamento até o dia 31 de janeiro para obter um desconto de 10%. Destacando que pessoas com deficiência (PCD) têm direito à isenção do tributo, bem como os proprietários de máquinas agrícolas, táxis, ônibus de transporte urbano e metropolitano, além de veículos com mais de 15 anos de fabricação. 

No Ceará, as alíquotas cobradas pelo IPVA são as seguintes:

  • Carros de passeio padrão: 3,5%;
  • Motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos, de até 125 cilindradas: 1%;
  • Ônibus, micro-ônibus e veículos de locadora: 1%.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.