4ª Dose: Israel começa aplicar nova dose da vacina contra a Covid-19

Para quem ainda está parado no tempo aguardando a terceira dose da vacina contra a Covid-19, saiba que uma 4ª dose já tem sido aplicada em alguns cidadãos. A iniciativa foi tomada em Israel nesta sexta-feira, 31, priorizando os imunodeprimidos.

Os primeiros a receber essa dose extra da vacina contra a Covid-19 foram os pacientes com transplante de coração e pulmão internados no hospital de Tel Aviv. A decisão por dar início a um segundo reforço vacinal foi tomada em meio ao receio de uma nova onda de contaminações provocada pelo surgimento da variante ômicron. 

Agora, a previsão é para que os próximos pacientes a receber a 4ª quarta dose da vacina contra a Covid-19 sejam os pacientes transplantados, também de coração e pulmão, mas que estejam internados no hospital de Sheba, em Tel Aviv. Somente então, os residentes e funcionários de lares de idosos devem receber o segundo reforço vacinal. 

A aplicação de uma 4ª dose foi recomendada por meio de um painel de especialistas do Ministério da Saúde de Israel na última semana. A recomendação ainda fez questão de reforçar a importância de se utilizar a vacina da Pfizer-BioNTech para os trabalhadores do setor médico, idosos com mais de 60 anos de idade e pessoas com o sistema imunológico comprometido. 

A escolha pela vacina da Pfizer se deve ao fato de ter sido comprovadamente uma das que mais protegem a longo prazo. É importante mencionar que Israel foi um dos primeiros países a vacinar em massa a população contra a Covid-19 ainda em dezembro de 2020. O país também foi pioneiro na aplicação da dose de reforço após participar de estudos que indicam a queda na eficácia do imunizante com o passar do tempo. 

Diante dessas iniciativas que têm se mostrado bastante positivas, o país tem sido monitorado de perto por nações como os Estados Unidos da América (EUA). Visando aprimorar ainda mais esta nova etapa de aplicação da vacina contra a Covid-19, o hospital Sheba deu início a estudos voltados ao segundo reforço vacinal. 

Neste sentido, aproximadamente 150 profissionais da saúde que receberam a terceira dose no mês de agosto e apresentaram uma baixa contagem de anticorpos, receberão a 4ª dose agora. 

Segundo o hospital, este é o primeiro tipo de estudo feito em todo o mundo. A pesquisa tem sido realizada em parceria com o Ministério da Saúde de Israel com o objetivo de avaliar o impacto desta nova dose da vacina contra a Covid-19 na contagem de anticorpos, na prevenção da doença e no monitoramento da segurança.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.