O que abre e fecha no Ano-Novo? Horários de bancos, comércio, INSS e Correios

A organização das empresas públicas e privadas mexem com o cotidiano do brasileiro neste fim de ano. É que com a comemoração do Ano-Novo, alguns locais podem deixar de funcionar. Para o dia 31 de dezembro, a escolha é facultativa já que o feriado mesmo acontece em 1° de janeiro, um sábado.

O que abre e fecha no Ano-Novo? Horários de bancos, comércio, INSS e Correios
O que abre e fecha no Ano-Novo? Horários de bancos, comércio, INSS e Correios (Imagem: FDR)

A semana entre o Natal e o Ano Novo costuma ser bem agitada no Brasil. Isso porque, enquanto parte da população tirou recesso e declarou férias, a outra parte continua trabalhando nos comércios, serviços públicos ou privados.

Muitas capitais cancelaram as comemorações de réveillon, ainda assim, as reuniões familiares e as cidades do litoral serão responsáveis pelas festas.

Acontece que, ainda nessa semana, os boletos continuam a vencer, as pendências devem ser resolvidas e as compras precisam ser feitas.

É o caso da prova de vida do servidores do Executivo aposentados, estes têm até o dia 31 deste mês para realizar o processo. Logo, necessitam do funcionamento dos bancos para a comprovação.

Conforme divulgado publicamente, confira a programação de funcionamento do INSS, agência dos Correios, bancos e comércio.

INSS

O governo federal informou, por meio de nota em seu site oficial, que as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão manter o atendimento no dia 31 de dezembro. Nesse caso, apenas por meio período, entre 07h e 13h, apenas para aqueles que fizeram agendamento. 

Os demais, podem resolver suas pendências online ou por telefone. Acessando o aplicativo Meu INSS, o site do Instituto ou ligar para a Central de Atendimento 135.

Correios

Embora tenha funcionado no dia 24 de dezembro, véspera de Natal, as agências dos Correios estarão fechadas no dia 31 de dezembro e 1° de janeiro. E atenção, porque nessa quinta-feira (30), os pontos de atendimento serão fechados as 14h.

As informações são do governo federal também compartilhadas em nota oficial em seu site. Os atendimentos voltam ao normal, a partir das 09h, no dia 3 de janeiro.

Bancos

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informa que nesta sexta-feira, 31, os bancos do país não vão abrir suas agências. Como de costume, no sábado (1), o funcionamento também não acontece.

Os caixas eletrônicos e serviços bancárias online, no internet banking ou aplicativo, ainda podem ser realizados. Os boletos bancários com vencimento para estes dias podem ser pagos no próximo dia útil.

Comércio

O comércio, por ser independente, terá seu horário de funcionamento no Ano-Novo, tanto no dia 31 de dezembro quanto em 1 de janeiro, facultativo. Isto é, fica a escolha do dono do empreendimento.

As associações comerciais do país recomendam o funcionamento na véspera do Ano-Novo pelo menos até às 18h, mas cada comércio pode tomar sua própria decisão.

Supermercados, farmácias, postos de gasolina, e restaurantes, devem continuam funcionando normalmente nesses dias. Principalmente porque, excluindo os restaurantes, os demais são considerados como serviços essenciais. 

O funcionamento dos shoppings também dependem da organização local. Normalmente, para o dia 1° de janeiro, são usados os horários de feriado nacional com fechamento mais cedo.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.