Enchentes na Bahia: governador promete auxílio para populações atingidas

Nesta segunda-feira (27), durante reunião na base de apoio montada em Ilhéus, no sul do estado, o governador Rui Costa anunciou que um auxílio financeiro será concedido às famílias vítimas das enchentes na Bahia.

Outras ações também foram anunciadas pelo governador, como a redução nas contas de água nos municípios que decretaram estado de calamidade e a entrega de geladeiras.

O auxílio financeiro anunciado agora fará parte do programa Estado Solidário, criado para aliviar os efeitos da pandemia sobre a população. Questionado sobre o valor do benefício, Rui Costa disse que ele será estabelecido ao longo da semana:

“Estamos estudando o valor exato e aguardando que os municípios enviem uma quantidade mais precisa de casas que precisam ser reconstruídas. […] Agora, com a água baixando, vamos chegar a esse número. Essa ajuda visa auxiliar que a pessoa compre um fogão, uma roupa, um colchão, é essa ajuda que vamos definir ao longo da semana o valor”

Outras ações do governo

Na mesma reunião, foi anunciado que a Embasa (Empresa de Águas e Saneamento da Bahia) estenderá para os 100 municípios que decretaram estado de calamidade a tarifa social como valor máximo nas contas para clientes residenciais e comerciais. Essa medida já estava sendo adotada para municípios do extremo sul do estado.

Já a Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia), anunciou a doação de mais mil geladeiras, além das 500 que já haviam sido distribuídas. A companhia montou uma força-tarefa para restabelecer a transmissão de energia nas localidades atingidas.

O Governo da Bahia, por sua vez, deve começar nesta semana a entrega de 500 geladeiras obtidas através da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec).

Ainda ontem, o governador anunciou a criação de linhas de crédito para comerciantes prejudicados pelas fortes chuvas. Para empréstimos de até R$ 150 mil não haverá cobrança de juros e para valores acima disso haverá juros subsidiados.

Também foi anunciada a reconstrução de casas que, segundo Rui Costa, devem ser construídas em regiões de menor risco.

Números da tragédia

Até agora, são 470 mil pessoas afetadas direta e indiretamente pelas enchentes. O número de vítimas fatais chegou a 20, o de desabrigados a 31,4 mil e o de feridos está em 358. Quanto aos municípios, 116 foram atingidos pela tragédia e 100 decretaram estado de calamidade.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.