Pix na maquininha e no link: solução traz experiência mais fluida e confiável para os brasileiros

O PIX completou um ano de lançamento recentemente e se tornou um grande sucesso entre os brasileiros. A solução de pagamentos do Banco Central trouxe agilidade e facilitou as transações financeiras. Porém, existe uma parcela da população, a dos MEIs, micro e pequenos negócios que ainda não utiliza todo o potencial que o PIX oferece. Entenda.

Os empreendedores em vez de compartilhar suas chaves PIX, eles podem realizar transações em suas maquininhas de cartão e utilizar links de pagamento, trazendo uma experiência mais agradável e fluida para os seus clientes. 

Para utilizar a novidade, o empreendedor deve ser cliente de uma fintech que valorize os pequenos negócios, como é o caso da SumUp, empresa global de serviços financeiros que habilitou vendas por PIX em seus produtos.

Ao efetuar vendas com o PIX nas máquinas ou links de pagamento, o comprador terá uma experiência mais fluida. Em casos em que os clientes utilizarem o PIX em transferências bancárias, sem utilizar maquininhas ou links de pagamento, será preciso utilizar a chave do comerciante.

Caso esteja com pressa, o consumidor pode errar algum número e acabar enviando o valor para outra conta. E mesmo se o pagamento for concluindo, o consumidor precisa aguardar o empreendedor confirmar que o valor realmente caiu na sua conta.

“Mas em uma venda feita com Pix na maquininha ou no link, a experiência é muito mais simples e segura. O consumidor precisa somente informar que deseja pagar com Pix, escanear o QR Code que é gerado e pronto. O pagamento é realizado, o comerciante pode confiar que o dinheiro será transferido e o cliente não precisa esperar o empreendedor acessar sua conta para checar se a transação realmente foi feita. Mais confiança, tanto para o empreendedor quanto para o cliente”, disse Leandro Lovato, líder de produtos relacionados ao Pix na SumUp.

Alem desta nova experiência, os negócios que utilizam as soluções da SumUp contam com duas vantagens: a primeira delas é que o dinheiro das transações é depositado na hora na conta dos empreendedores. 

A segunda vantagem é que a SumUp não irá cobrar taxas nas transações via PIX feitas nas maquininhas e nos links de pagamento de clientes que têm a conta digital da empresa global de serviços financeiros. 

“O valor economizado pode ser usado na manutenção ou expansão dos negócios. Outra opção interessante é oferecer descontos, tornando a opção ainda mais vantajosa para o cliente final”, disse Lovato.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.