Novidades do PIX incluem transação off-line e envio internacional de dinheiro

O Banco Central (BC) acaba de anunciar novas operações para o PIX em 2022. Entre as novidades já divulgadas, estão as transações off-line, ou seja, sem necessidade de internet. O envio de valores de forma internacional, e ainda, o débito automático.

Não é de agora que o BC tem anunciado novidades para o PIX, o sistema que conta com transações instantâneos faz o maior sucesso no Brasil. O uso do TED e DOC, já ficou quase que esquecido depois que as pessoas tiveram acesso a uma transferência de maior rapidez e sem cobrança de taxas.

Segundo o próprio Banco Central, no dia 10 de dezembro foi batido o recorde de operações em um único dia. Na ocasião, foram 50,3 milhões de transferências e pagamentos instantâneos.

Embora tenha um lançamento recente, com pouco mais de 1 ano, já foram movimentados pelo menos R$ 550 bilhões no mês, e 1,18 bilhão em transações. O sistema é o terceiro mais usado dentro do país, e fica atrás apenas do cartão e dos boletos.

Novas operações do PIX

Para as transferências off-line, o Banco Central pretende que o sistema seja usado em locais que não tenham acesso a internet. Hoje, para que seja feita uma transação é necessário que o cliente esteja conectado a uma rede de internet, usando o aplicativo do seu banco de preferência.

Sobre as transferências para o exterior, a intenção é que os sistemas internacionais sejam ligados ao do Brasil. Aumentando as relações entre os clientes de dentro e fora do país. E ainda, facilitar as compras internacionais.

Estas duas novas operações ainda não constam na agenda do BC, por isso, não se sabe ao certo quando devem começar. 

Também sem data para começar, o débito automático dentro do PIX deve permitir que sejam agendados os pagamentos. Programando, por exemplo, as contas de água, luz, internet e aquelas que já são previstas pelo cliente.

A grande vantagem desse sistema é que no PIX será feito o débito em tempo mais rápido, caindo na conta da empresa recebedora, e facilitando a liberação de novos créditos.

E tem mais, com o início da última fase do Open Banking no dia 15 deste mês, esse sistema também deve contar com novidades a partir de 2022. A ideia deste é compartilhar dados dos clientes entre as instituições bancárias, aumentando a competitividade. Sobre isso, ainda não foram publicadas oficialmente as mudanças.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.