Consignado do INSS: confira como ele funciona e quais as mudanças para 2022

Pontos-chave
  • INSS muda regras do empréstimo consignado;
  • População terá margem reduzida em 2022;
  • Solicitações devem ser feitas através do órgão.

Segurados do INSS devem ficar atentos as mudanças nas regras do empréstimo consignado. Para 2022, a população terá a linha de crédito da previdência social com mudanças em suas regras de concessão. Recentemente o órgão aprovou reajustes que afetam o valor solicitado e o tempo de durabilidade do contrato. Entenda os detalhes.

Consignado do INSS: confira como ele funciona e quais as mudanças para 2022 (Imagem: FDR)
Consignado do INSS: confira como ele funciona e quais as mudanças para 2022 (Imagem: FDR)

O empréstimo consignado do INSS nada mais é do que uma linha de crédito específica para os aposentados e pensionistas do órgão. Por meio dele, é possível solicitar valores que comprometam até 40% da renda mensal, pagando as menores taxas de juros do mercado.

Mudanças do consignado do INSS em 2022

Para o próximo ano, as regras de concessão do consignado serão modificadas. A população terá uma margem de crédito menor que o atual percentual liberado. Devido a pandemia do novo coronavírus, era possível ter acesso a um crédito que equivalesse até 40% da renda mensal.

Esse número será reajustado para 35% do salário. O empréstimo pessoal para 30% e o cartão de crédito tem uma margem de 5%. Além disso, o número das parcelas também deve sofrer alterações.

Hoje, o consignado pode ser quitado em até 84 meses, o que significa 7 anos de pagamento. Para 2022 a previsão é de até 72 meses, ou seja, seis anos. Outra regra que não valerá mais é a carência de 120 dias.

O tempo para início do pagamento acontecerá de forma facultativa, a depender da instituição financeira. As regras atuais permanecem em vigor até 31 de dezembro deste ano. Já em janeiro o benefício ficará menos vantajoso.

Quem tem direito ao empréstimo consignado INSS

  • Servidores públicos aposentados; e
  • Do setor privado os aposentados, pensionista e quem recebe alguns benefícios contínuo.

Taxa de Juros do Empréstimo Consignado INSS

Normalmente, a média da taxa de juros é de 2,08% ao mês. No consignado a tarifa máxima fica em torno de 3%. Trata-se da menor aplicação do mercado de crédito pessoal, considerando até mesmo os números do cheque especial.

Para quem atua como servidor público ativo, ou seja, não aposentado, há uma diferença no valor da taxa de juros. Para empréstimos é de 2,05% ao mês e cartão consignado é 5% ao mês.

Qual a documentação solicitada para dar entrada no consignado?

O INSS exige do cidadão os seguintes documentos na hora da finalização do contrato:

  • RG
  • CPF
  • comprovante de residência atualizado
  • comprovante de renda mais recente

Como bloquear a contratação de empréstimo?

Apesar de ser um serviço bem quisto por muitos brasileiros, há quem deseje bloquear a contratação do crédito. O procedimento é disponível e deve ser realizado no aplicativo ou site Meu INSS, seguindo as etapas abaixo:

  • Acesse o Meu INSS (pelo site https://meu.inss.gov.br ou aplicativo)
  • – Faça login com CPF e senha
  • – Na tela inicial, clique em “Ver mais”, embaixo do menu “Outros serviços”
  • – Selecione a opção “Empréstimo (bloqueio/desbloqueio)”
  • – Clique em “Avançar” e, na tela seguinte, novamente em “Avançar”
  • – Informe seus dados pessoais e previdenciários
  • – Na opção 2 (onde se lê “Marque a seguir a opção que deseja”), clique em “Bloqueio para empréstimo”
  • – Ao término do processo, vá em “Avançar”
Consignado do INSS: confira como ele funciona e quais as mudanças para 2022 (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Consignado do INSS: confira como ele funciona e quais as mudanças para 2022 (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Como solicitar um empréstimo consignado pelo INSS?

  • Entre no Meu INSS;
  • Clique no botão Novo Pedido;
  • Digite o nome do serviço/benefício que você quer;
  • Na lista, clique no nome do serviço/benefício;
  • Leia o texto que aparecerá na tela e informe seus dados para avançar.

Maiores vantagens do empréstimo consignado

  • Taxas de juros menores
  • Facilidade para contratar
  • Prazos mais longos

Quando não é válido solicitar?

  • Para pagar compras do dia-a-dia. Se você precisa de empréstimos para isso, o mais adequado é rever seu orçamento, cortar gastos ou aumentar sua renda.
  • Para fazer investimentos financeiros. Ainda que mais baixos, os juros do crédito consignado são muito superiores ao rendimento das aplicações oferecidas pelas instituições financeiras.
  • Alguém te pedir dinheiro emprestado. Se um familiar ou amigo pedir para contratar o empréstimo em seu nome, não aceite. Essa pessoa pode acabar se enrolando e quem irá pagar a dívida é você.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.