Azul (AZUL4) passa a integrar índice de sustentabilidade da bolsa; conheça mais sobre o ISE B3

Pontos-chave
  • A carteira 2022 do ISE B3 conta com 45 empresas;
  • As companhias foram reconhecidas pelo compromisso com a sustentabilidade empresarial;
  • O processo seletivo à carteira do ISE B3 ocorre por meio de algumas etapas.

Nesta segunda-feira (20), a Azul (AZUL4) anunciou que foi selecionada para integrar a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa de Valores brasileira, B3 (ISE B3). A 17ª carteira do ISE B3 reúne 45 empresas reconhecidas por seu compromisso com a sustentabilidade empresarial.

Azul (AZUL4) passa a integrar índice de sustentabilidade da bolsa; conheça mais sobre o ISE B3
Azul (AZUL4) passa a integrar índice de sustentabilidade da bolsa; conheça mais sobre o ISE B3 (Imagem: Montagem/FDR)

A 17ª sétima carteira do ISE B3 estará em vigor de 3 de janeiro de 2022 e 30 de dezembro de 2022. Esta carteira tem valor agregado de R$ 1,8 trilhão — o que equivale a 38% do valor de mercado total das companhias listadas na B3 em 15 de dezembro de 2021.

Para o ciclo 2021/2021, o índice passou por mudanças importantes em sua metodologia. O objetivo foi de aumentar a transparência. Houve a inclusão do score CDP igual ou superior a “C”.

No CDP, a Azul obteve score “B”. Diante disso, em comunicado, a companhia aérea informa que isso reforça “o seu engajamento e compromisso com iniciativas ambientais e de mudanças climáticas”.

Segundo o CEO da Azul, John Rodgerson, “A Azul está comprometida com o seu crescimento sustentável, e temos dedicado muito foco à nossa estratégia ESG (Sustentabilidade, Social e Governança, na sigla em inglês)”.

“Nossa inclusão no ISE B3 e a melhora do nosso score no CDP representam marcos importantes como reconhecimento de todo o nosso esforço”, declara Rodgerson.

Atualmente, a Azul é a maior companhia aérea do Brasil em números de voos e cidades atendidas. A empresa realiza mais de 900 voos diários — para mais de 130 destinos.

A companhia aérea conta com uma frota operacional de aproximadamente 160 aeronaves e mais de 12 mil funcionários.

Sobre o ISE B3

Segundo a B3, o ISE B3 é um indicador que mede o desempenho médio das cotações dos ativos de empresas selecionadas pelo seu reconhecido comprometimento com a sustentabilidade empresarial.

O índice apoia os investidores na tomada de decisão de investimento. Além disso, induz as companhias a adotarem as melhores práticas de sustentabilidade, pois que as práticas ESG contribuem para a durabilidade dos negócios.

Criado pela B3 em 2005, o ISE B3 surgiu com financiamento inicial pela Internacional Finance Corporation (IFC), braço financeiro do Banco Mundial. Esta foi uma iniciativa pioneira na América Latina, e o quarto índice de sustentabilidade no mundo.

A B3 informa que, além de ser uma forte referência em opções de investimento socialmente responsáveis no país, o ISE B3 se destaca pela performance histórica acima dos índices apresentados pela Bolsa — e como indutor de boas práticas empresariais.

Como as empresas são selecionadas para integrar a carteira do ISE B3

De acordo com a B3, o processo seletivo à carteira do ISE B3 acontece por meio destas etapas:

  • Avaliação quantitativa: calculo total de pontos obtidos por cada empresa participante do processo, resultando no Score Base dessas companhias. O Score é composto pelo resultado do preenchimento do questionário ISE B3, ponderado conjuntamente com o resultado do desempenho da companhia no CDP-Clima.
  • Avaliação qualitativa: acontece por meio da análise de documentos submetidos pelas companhias participantes — para evidenciar suas respostas ao questionário.
  • Cálculo do Score ISE B3: aplicação de um cálculo sobre o desempenho das companhias nas avaliações quantitativa e qualitativa. O objetivo é de reduzir distorções na avaliação de companhia que, eventualmente, não tenham seguido a orientação de serem rigorosas e conservadores em suas respostas ao questionário.
  • Compilação do RepDisk Index: avaliação da reputação das empresas nos 24 meses antecedentes à seleção da carteira.
  • Aplicação dos critérios de inclusão: são aplicados para selecionar quais são as companhias participantes do processo que satisfazem as seis condições previstas na metodologia do ISE B3:
  1. nota mínima no Score ISE;
  2. nota mínima no desempenho quantitativo por tema do questionário;
  3. nota mínima na avaliação qualitativa das evidências;
  4. nota mínima no Score CDP;
  5. nota de corte no RepRisk Index; e
  6. atendimento dos requisitos mínimos aplicáveis ao setor de cada companhia participante.

Ciclo 2021/2022 do ISE B3

Na última quinta-feira (16), foi anunciada a segunda prévia da 17ª carteira do ISE B3. Para o ciclo 2021/2022, estão reunidas 45 ações, de 45 empresas de 26 setores.

Estas são as empresas que fazem parte da carteira:

  • AES Brasil Energia;
  • Americanas S.A.;
  • Ambipar;
  • Arezzo;
  • Azul;
  • Bradesco;
  • Banco do Brasil;
  • BTG;
  • Braskem;
  • BRF;
  • CCR;
  • Cemig;
  • Cia Brasileira de Distribuição;
  • Cielo;
  • Copel;
  • Cosan;
  • CPFL;
  • Duratex;
  • Ecorodovias;
  • EDP;
  • Engie;
  • Fleury;
  • Itaú Unibanco;
  • Itausa;
  • Klabin;
  • Light;
  • Lojas Renner;
  • M Dias Branco;
  • Magazine Luiza;
  • Minerva;
  • Movida;
  • MRV;
  • Natura;
  • Neoenergia;
  • Raia Drogasil;
  • Rumo;
  • Santander;
  • Simpar;
  • Sul America;
  • Suzano;
  • Telefônica;
  • Tim;
  • Via Varejo;
  • Vibra; e
  • Weg.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.