Certificações no mercado financeiro: conheça quais são e como obtê-las

Pontos-chave
  • As certificações são importantes para a pessoa aumentar os conhecimentos na área;
  • Algumas das certificações são obrigatórias para atuar em certas áreas;
  • Cada certificado tem um procedimento diferente para a obtenção.

Para quem deseja se profissionalizar ou se regularizar nas áreas de finanças, economia e investimentos, existem algumas certificações no mercado financeiro. Ao realizar estes exames ou provas de competência técnica, a pessoa comprova que pode atuar na respectiva área.

publicidade
Certificações no mercado financeiro: conheça quais são e como obtê-las
Certificações no mercado financeiro: conheça quais são e como obtê-las (Imagem: Montagem/FDR)

De acordo com o Associação Brasileira das Entidades dos Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima), as certificações existem para algumas finalidades.

A associação cita a o objetivo de garantir um padrão de conduta entre os profissionais que atuam na prospecção de clientes, assessoria aos gerentes de contas de investidores, venda de produtos de investimento e gestão profissional de recursos de terceiros.

publicidade

Importância das certificações no mercado financeiro

Essas certificações servem para dar uma aparência de profissionalização às áreas de atuação no universo dos investimentos. Ao realizar as certificações, os profissionais poderão estudar e conhecer melhor acerca do tema que pretende atuar.

Com isso, a orientação e gestão de investimentos se torna mais assertiva — de modo a elevar as possibilidades de ganhos para os clientes.

Ao considerar o lado dos cidadãos que contratam esse tipo de serviço, também há vantagens. Isso porque estarão em contato com alguém que possui certificação pelos órgãos competentes.

Principais certificações no mercado financeiro

Segundo levantado pelo Valor Investe, estes são os principais certificados brasileiros — exigidos ou desejados — para atuar no setor:

CPA-10

Oferecida pela Anbima, é a porta de entrada para comercializar produtos dentro dos bancos — e, principalmente, também das corretoras.

A prova acontece de forma presencial, com 50 perguntas. O candidato precisar acercar, pelo menos, 70% das questões. As perguntas são sobre finanças, economia, princípios básicos de investimentos pessoais, sistema financeiro, regulamentação e ética.

publicidade

A certificação vale por cinco anos para profissionais com vínculo, ou três anos para profissionais sem vínculo. Mediante cursos, ela pode ser renovada.

CPA-20

Oferecida pela Anbima, a certificação é como uma CPA-10 com um ‘plus’. Inicialmente, ela foi desenvolvida para atender clientes de alta renda. Contudo, atualmente, existem grandes instituições financeiras que a exigem para oferecer emprego.

A prova acontece de modo presencial, com 60 perguntas. A pessoa deve acertar, ao menos, 70% das questões. As perguntas são sobre os mesmos temas da CPA-10, mas com mais profundidade. Também estão presentes questões sobre compliance e gestão de risco.

publicidade

A validade é de cinco anos para profissionais com vínculo, ou três anos para profissionais sem vínculo. É possível ter renovação mediante cursos.

CEA

Oferecida Pela Anbima, essa certificação é uma evolução da CPA-20. Ela é destinada para quem deseja ser especialista de investimento — auxiliando os gerentes de bancos ou ajudando os clientes a decidir os produtos conforme o perfil e objetivos.

A prova acontece de forma presencial, com 70 questões. O candidato precisa acertar, no mínimo, 70% das perguntas. Além das questões na linha da CPA-20, ainda há tópicos sobre planejamento financeiro.

publicidade

A certificação vale por cinco anos para profissionais com vínculo, ou três anos para profissionais sem vínculo. Há a possibilidade de renovar por meio de cursos.

CGA

Oferecida pela Anbima, ela é destinada para quem deseja ser gestor de fundos de investimentos — que decide vender e compras ativos que integram as carteiras desses produtos. O cidadão pode atuar em gestoras de bancos ou independentes.

A prova ocorre de modo presencial, com 60 perguntas. A pessoa deve acertar, ao menos, 70% das questões. As perguntas são sobre gestão das carteiras, formação de preço de ativos e estatísticas, entre outros tópicos.

publicidade

O certificado vale por tempo indeterminado, se a pessoa estiver atuando com gestora, ou três anos, caso deixe de exercer a atividade.

CNPI

Oferecida pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais (Apimec), a certificação vale para quem deseja ser analista de investimentos — desenvolvendo relatórios e aconselhando se vale ou não comprar.

O certificado pode ser obtido por quem gosta de acompanhar as empresas da bolsa e na conjuntura econômica e política. Esses cidadãos podem atuar como pessoas físicas ou em casas de análises independentes.

publicidade

A prova acontece de forma presencial, sendo dividida em dois exames. Uma possui questões sobre estrutura do mercado, principais produtos e regulação. A segunda inclui perguntas específicas sobre análise fundamentalidade ou grafista — conforme escolha do candidato.

A certificação vale por cinco anos. É possível renovar mediante cursos.

AAI

Oferecida pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord), ela é destinada para quem deseja ser agente autônomo — também conhecido como assessor de investimentos. Este profissional é vinculado a uma corretora.

publicidade

A prova ocorre de forma presencial ou on-line, com 80 perguntas, divididas em 15 capítulos. São abordados conhecimentos sobre produtos, compliance e regulação, por exemplo.

A validade é de um ano para não credenciados, ou cinco anos para credenciados. Mediante curso ou prova, é possível renovar.

CFP

Oferecida pela Associação Brasileira de Planejamento Financeiro (Planejar), esta é a única certificação da lista que é uma distinção — não exigência para atuar. O certificado é um selo de planejador financeiro qualificado.

publicidade

Para ser CFP, há a necessidade de ter curso superior e exigência profissional no relacionamento com a pessoa física, além de cumprir um código de ética.

A prova cobre investimentos, planejamento financeiro, gestão de riscos patrimoniais e seguros, aposentadoria, planejamento sucessório e planejamento fiscal.

A validade é de dois anos. Ainda é possível haver renovação com cursos.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.