Aumente seus lucros! 15 dicas para vender mais nas festas de Natal

Empresas de pequeno ou grande porte estão animadas para as vendas de Natal. No fim do ano, como de costume, grande parte da população brasileira enxerga motivos para gastar mais. E com isso, aqueles empreendedores que estão preparados para as demandas, podem ter bons faturamentos.

Em uma pesquisa divulgada recentemente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), acredita-se no aumento de 9,8% das vendas de Natal comparada ao último ano.

Pode ser levado em consideração, o fato de que os comércios estão funcionando em horário estendido, a vacinação contra Covid-19 avançou no país, e os índices de contágio da doença têm diminuído. O que leva a população a sair mais de casa, e promover uma festa natalina maior.

As expectativas da CNC é de que haja uma movimentação financeira de R$ 57,48 bilhões em faturamento. Valor animador, considerando que os comércios vivenciaram restrições e uma fase financeiramente muito difícil.

No entanto, o mesmo estudo pede cautela das empresas. Isso porque, o atual cenário do Brasil mostra um grande número de brasileiros fortemente impactados com a alta da inflação, valor maior da gasolina, gás de cozinha e itens de alimentação.

Pensando em todo esse contexto, o FDR separou 15 dicas que vão ajudar a sua empresa a aumentar os lucros com as vendas de Natal. 

“Ainda assim, mesmo que muitas marcas invistam em campanhas focadas em mídias tradicionais e digitais, esse ato por si só não é o suficiente para atingir o sucesso de venda de produtos no varejo, principalmente em uma data comemorativa como o Natal, em que a concorrência se mostra desafiadora”, afirma André Romero, diretor da Allis Comunicação

Diante desse desafio, fique de olho nas dicas:

1. Divulgue sua marca

Percebeu que a interação da sua marca com seus clientes não está fazendo tanto sucesso? Busque meios de divulgação, como: posts patrocinados no Instagram e Facebook, panfletos, cartazes, cartões de visita e mais.

2. Aposte em parcerias para divulgação

Uma mão lava a outra, e as duas lavam o copo. Embora o ditado popular possa não fazer muito sentido agora, você deve entender que parcerias são sempre bem vindas.

Por exemplo, pedir que um influencer da sua cidade divulgue seus produtos, criar um sorteio em parceria com outras empresas ou buscar um meio de aparecer dentro das redes sociais de grandes marcas.

3. Dê opções de preços e pagamentos

Nem sempre o cliente tem razão, as regras de pagamento e o valor aos seus produtos são responsabilidade sua e não devem ser cedidos a pressão de agradar. Mas, podem ser negociados com o freguês.

Isso é, se você vende roupas, busque um catálogo de opções de camisetas que variam os preços. Do menor ao maior valor, e com condições de pagamento diferentes, por exemplo: à vista no dinheiro, por PIX, cartão de crédito ou débito.

Dessa forma, você inclusive aumenta a sua gama de clientes, e não precisa vender para um único público que tenha renda X.

4. Prepare melhor os seus funcionários

Nada mais chato do que ser mal atendido, certo? Por isso, tenha uma conversa franca com os seus funcionários sobre a importância de dar atenção ao cliente, mudar alguns comportamentos e criar um laço afetivo com o comprador dos seus produtos. Isso aumenta as chances de ele voltar na sua empresa.

5. Promova promoções relâmpago na semana do Natal

Não dá para negar, o brasileiro consumista é doido por uma placa de “Promoção”. A ideia aqui não é enganar seu consumidor, mas você pode criar estratégias que aumentem o interesse pela compra sem diminuir seus lucros.

Diminuindo algo em torno de 5% a 10% do valor do total do produto, e valendo para as compras feitas com pagamento à vista, os dois lados podem sair felizes nessa negociação.

6. Invista na sua vitrine

E não estamos falando só do comércio varejista, a sua vitrine pode ser também o portfólio enviado ao comprador. É na verdade a porta de entrada dos seus clientes. É por lá que eles passam a conhecer sua empresa e seus produtos. 

Deixe a mostra os seus melhores produtos, os de cores mais fortes, os que chamam mais atenção e aqueles que estão mais “na moda”.

7. Aumente os conteúdos das suas redes sociais

Hoje, muitas pessoas usam das redes sociais para conhecer uma empresa. Mesmo que você tenha 200 seguidores, produza conteúdo como se tivesse 200 mil. 

Dessa forma, você cria mais postagens interessantes, busca maior engajamento, e quando novos seguidores te encontrarem vão dar de cara com um perfil recheado de boas informações.

8. Negocie com o seu fornecedor

Hoje, no seu comércio, o cliente pode estar acostumado a consumir o produto final. Mas, muito antes disso você precisou ter uma boa relação com o fornecedor para conseguir chegar àquele preço.

Faça melhor, negocie com a outra empresa formas de melhorar os custos, seja comprando mais, pagando à vista, ou diminuindo as parcelas. Quanto melhor o preço da matéria prima, mais lucro você consegue no valor final. 

9. Agrade o seu freguês do ano inteiro

Você vende brigadeiros? Nesse final de ano quantas pessoas você já viu vendendo doces natalinos? Bom, justamente por isso, além de conquistar novos clientes você deve manter os que já tem.

Crie promoções exclusivas para os fregueses antigos, dê brindes, um cartão de desconto ou uma forma de pagamento facilitada. Dessa forma, você cultiva os bons clientes que já tem.

10. Faça uma planilha com a entrada e saída de dinheiro

Sua empresa pode ter faturado muito mais que no último mês, e você simplesmente não vai ter percebido pelo fato de não ter controle no fluxo de caixa.

É muito importante anotar e registrar diariamente o que foi vendido, o que você conseguiu lucrar, e no que precisou gastar. No fim do mês é que sua empresa terá o balanço das vendas de Natal.

11. Crie um horário especial de atendimento

Tudo bem não conseguir trabalhar até às 18h do dia 24 de dezembro, isso é extremamente normal. Mas e no dia 23, será que você não consegue estender seu horário de funcionamento? Promova esse novo esquema especial nas suas redes sociais, e espere mais clientes no seu comércio.

12. Mantenha o seu cliente seguro

Quando um novo cliente encontra seu perfil nas redes sociais, embora haja uma ótima apresentação, ele pode sim se preocupar com os golpes.

Busque estratégias que promovam a segurança, por exemplo: garantia do produto, contato por telefone, envio de nota fiscal, foto ou vídeo do seu produto e códigos de rastreio.

13. Invista na sua equipe de funcionários

Essa dica é muito parecida com a de número 4, mas não adianta preparar melhor funcionários que estão desmotivados. Assim como a maioria dos brasileiros, eles estão pensando em descansar no fim do ano, e nada mais chato do que um patrão que cobra e não se empenha.

Vista a camisa da sua equipe, incentive seus funcionários, flexibilize os horários deles se for necessário, aumente sua equipe ou promova recompensas a depender das vendas.

14. Fidelize os novos clientes

A semana de Natal é uma correria, ela inclusive já está quase no fim, mas logo vem a semana do ano novo e outros 365 dias de 2022. O que você fez durante o pico de vendas para manter seus clientes no próximo ano?. 

Crie cartões de descontos para a próxima compra, cartão fidelidade, ou simplesmente uma lista de transmissão para enviar ofertas e produtos exclusivos para os clientes interessados.

15. Economize nos itens supérfluos

A gente concorda que o seu comércio tem que chamar atenção entre tantos outros. Mas será que investir tanto em pisca pisca é uma boa solução? A decoração da loja pode estar linda com valores muito mais acessíveis.

Além disso, economize com brindes caros e que serão jogados no lixo na primeira oportunidade. Invista em algo que não vai atingir seu lucro, mas será bom para sua empresa, seus funcionários e para o cliente. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.