Rio Grande do Sul aceita pagamento do IPVA 2022 a partir desta quarta-feira (15)

O estado do Rio Grande do Sul está oferecendo, a partir desta quarta-feira (15), descontos de até 10% para aqueles que pagarem de forma antecipada o IPVA 2022. A quitação com o desconto poderá ser feita até o dia 30 de dezembro.

Rio Grande do Sul aceita pagamento do IPVA 2022 a partir desta quarta-feira (15)
Rio Grande do Sul aceita pagamento do IPVA 2022 a partir desta quarta-feira (15) (Imagem: montagem/FDR)

O IPVA 2022 do Rio Grande do Sul passou a oferecer desconto de até 10% para os proprietários de imóveis que pagarem o tributo antecipado até o dia 30 de dezembro. Antes, o estado oferecia um desconto de 3%.

Porém, com o intuito de incentivar o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores o estado ampliou o desconto e dobrou o prazo de parcelamento. Com isso, o IPVA 2022 do RS poderá ser pago em até seis parcelas, de janeiro a junho.

Antes, o tributo só podia ser parcelado em até três meses. Todas as mudanças estão dentro da Lei 15.533, de 28 de setembro de 2020, aprovada pela Assembleia. O IPVA 2022 poderá ser consultado no site ou aplicativo do IPVA RS. O app está disponível para aparelhos com sistema Android ou iOS.

Além do desconto para quem quitar antecipadamente o imposto, os gaúchos também podem conseguir mais vantagens, caso consigam incluir os descontos com o programa Bom Motorista e Bom Cidadão.

Com a soma total é possível conseguir descontos de até 34,63% sobre o valor total do IPVA 2022 RS. Os pagamentos em cota única realizados até o dia 25 de fevereiro terá um desconto de 6%. Quem deixar para pagar até o dia 31 de março terá o desconto de 3%.

Após 31 de dezembro o tributo será reajustado com base na variação da UPF (Unidade Padrão Fiscal). Com os descontos de Bom Motoristas e Bom Cidadão, poderão acumular descontos de até 28% em janeiro, de 24,8% em fevereiro e de 22,4% em março.

Mesmo os moradores que optarem pelo parcelamento terá direito ao desconto nos meses de janeiro, fevereiro e março, de 10%, 6% e 3%, respectivamente. Porém, nesse caso, é necessário optar pelo parcelamento ainda no mês de janeiro.

De acordo com o governo estadual, o parcelamento do IPVA não acarreta juros. Todas essas medidas tem como objetivo incentivar o pagamento do tributo, a fim de arrecadar recursos para o estado e para que os moradores não fiquem em inadimplência.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.