IPVA 2022 vai pesar mais no seu bolso! Veja boas soluções para quitar o débito

Pontos-chave
  • IPVA 2022 fica mais caro e preocupa motoristas;
  • Imposto teve um reajuste de 30% sem muitas possibilidades de negociação;
  • Especialista traz dicas para como organizar as contas na hora de sanar os tributos.

Brasileiros de preparam para quitar o IPVA 2022 com altos índices de reajuste. O início de um novo ano significa também a renovação das cobranças tributárias. Para quem é dono de algum automóvel a situação é delicada, uma vez em que o IPVA ficará em média 30% mais caro.

publicidade
IPVA 2022 vai pesar mais no seu bolso! Veja boas soluções para quitar o débito (Imagem: FDR)
IPVA 2022 vai pesar mais no seu bolso! Veja boas soluções para quitar o débito (Imagem: FDR)

O IPVA está na lista dos tributos que devem ser pagos anualmente de forma obrigatória. A inadimplência resulta, na grande maioria das vezes, na impossibilidade de renovação da carteira de habilitação, fazendo com que o cidadão não possa circular em território nacional.

Apesar de ser uma cobrança fixa, o valor do IPVA é corrigido anualmente. A cada 12 meses, os governos estaduais atualizam as tabelas de cobrança com base no preço médio de compra e venda dos veículos.

publicidade

Por que o IPVA 2022 estará mais caro?

De modo geral, o principal motivo do encarecimento é justamente o alto valor de compra e venda dos veículos. Devido a pandemia do novo coronavírus, os automóveis antigos ficaram super valorizados uma vez em que foi registrada uma baixa na produção de novos modelos.

Isso fez com que a tabela Fipe ficasse atualizada acima da média anual, registrando um encarecimento de 30% no valor total do IPVA.

Como funciona o cálculo do IPVA?

O imposto é tarifado com base na tabela Fipe. Ele leva em consideração o valor do modelo mais barato 0km até o modelo mais caro. Isso faz com que cada tipo de veículo tenha um preço diferente, sendo observada ainda sua data de fabricação.

Com base nessas questões é que os governos estaduais passam a determinar as taxações.

Especialista dá dicas para quitar o IPVA de forma segura

Lucas Palma, diretor de conteúdo do Zul+, conversou com a redação do FDR para explicar as mudanças no IPVA. Abaixo, acompanhe a entrevista exclusiva:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

  • Com a alta no valor do IPVA em 2022, vale a pena parcelar o valor total?
publicidade

Tudo vai depender da situação financeira do motorista. Se você já tiver dinheiro para quitar o IPVA à vista em janeiro, perfeito. Assim você garante o desconto da cota única. Agora, caso o pagamento em uma parcela fique pesado para o seu bolso, o parcelamento é a melhor opção sem sombra de dúvidas, ainda mais com a alta do IPVA em 2022. Então, o motorista pode contar com algumas soluções já disponíveis no mercado como o Zul+. O app permite que você pague o IPVA parcelado com o Governo usando Pix ou em até 12x no cartão de crédito. Tudo de maneira muito simples, rápida e segura para veículos registrados nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

  • Os descontos no imposto oferecidos para pagamento em cota única são a melhor opção?

Com a alta do IPVA, o desconto no imposto em cota única pode não fazer mais tanta diferença assim. Em São Paulo e no Paraná, por exemplo, esse desconto é de apenas 3%, quando o IPVA 2022 vem com um aumento de até 30% dependendo do veículo.

Por isso, hoje, considero o parcelamento como a melhor opção para quem não quer se comprometer financeiramente logo no início do ano, visto que o IPVA é um pagamento alto. E esse parcelamento pode até ser de acordo com as cotas do Governo ou em até 12x. As duas possibilidades estão disponíveis no app Zul+.

publicidade
IPVA 2022 vai pesar mais no seu bolso! Veja boas soluções para quitar o débito (Imagem: FDR)
IPVA 2022 vai pesar mais no seu bolso! Veja boas soluções para quitar o débito (Imagem: FDR)
  • Quando o proprietário não tem recursos para quitação do tributo, ele pode se negar a fazer o pagamento?

Não. No Brasil, todo proprietário do veículo deve pagar o IPVA porque ele é requisito fundamental para o licenciamento anual. Deixar de pagar o IPVA não gera multa de trânsito, mas bloqueia o licenciamento e a emissão do documento do veículo. Dessa forma, quem não tem recursos para a quitação do tributo precisa entender qual a melhor forma de deixar as contas do carro em dia.

Deixa o imposto atrasar para só depois negociar o pagamento com a Procuradoria Geral do Estado? Melhor não porque o IPVA atrasado rende juros diários e suja o nome do proprietário. Por isso, a recomendação é o parcelamento do tributo com as soluções disponíveis no mercado, como o Zul+.

publicidade
  • Existe a possibilidade de quitar os débitos do IPVA com cartão de crédito? Se sim, essa é uma boa opção?

Sim! É possível quitar o IPVA, multas e até mesmo o licenciamento usando o cartão de crédito. Nesse caso, o motorista deve procurar empresas, como o Zul+, que permitam o pagamento de todos esses débitos em até 12x ou à vista usando Pix. Essa é a melhor opção para quem não estava tão preparado assim para pagar o IPVA em cota única.

  • Afinal, por que os veículos seminovos e novos sofreram tanta valorização? E como isso afeta diretamente os impostos?
publicidade

Escassez de carros 0km no mercado por falta de semicondutores eletrônicos e alta demanda por veículos próprios durante a pandemia são as principais razões para valorização dos automóveis aqui no Brasil. Dependendo do modelo, esse aumento no valor de mercado ultrapassa até os 30%.

E essa valorização impacta diretamente o IPVA, que é cobrado a partir de uma alíquota sobre o valor de venda do veículo. Com os carros mais caros, o IPVA também fica mais caro.

 

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!