Pequenos pescadores receberão auxílio alimentação da Furnas em Minas Gerais

Pescadores deverão ser contemplados com benefício social em Minas Gerais. Nessa semana, a empresa Furnas, subsidiária da Eletrobras, informou que acaba de concluir o cadastrado para o programa de assistência aos pequenos piscicultores da agricultura familiar e pescadores artesanais do reservatório de sua usina hidrelétrica. A pasta conta com um investimento de R$ 830 mil.

publicidade

A pandemia do novo coronavírus afetou milhares de pessoas. Para os pescadores de Minas Gerais, a Furnas estará concedendo um benefício de com ajuda de custo devido a paralisação nas vendas. A previsão é de que cerca de 1.106 profissionais de 29 municípios mineiros sejam contemplados.

Auxílio alimentação para os pescadores

O abono funcionará como uma espécie de auxílio alimentação que investirá R$ 830 mil para esse grupo. A iniciativa vem sendo gerenciada pela Associação de Municípios do Lago de Furnas (Alago) e da Associação dos Municípios da Micreorregião do Médio Rio Grande (Ameg) que habilitaram os pescadores e piscicultores.

Para otimizar o cadastramento, a gestão contou com o apoio dos centros de referência da assistência social de cada município, que fizeram a convocação dos profissionais. Para ter acesso, os critérios eram: comprovar residência, o exercício da atividade e a situação de vulnerabilidade social.

publicidade

Para justificar a ação, o presidente de Furnas, Clovis Torres, afirmou que a empresa está ciente das dificuldades enfrentadas por esses profissionais que tiveram a produção afetada pelo novo coronavírus e também pela crise hídrica.

Com isso, Torres espera que o programa possa assumir parte dos compromissos destes grupos. O benefício será entregue através de um cartão ao longo das próximas semanas. A população poderá recarregar entre dezembro e janeiro.

O presidente da Alago, Djalma Francisco Carvalho, se pronunciou sobre a proposta, afirmando que toda assistência nesse momento vem sendo bem-vinda para quem não consegue ter uma fonte mínima de renda.

Seguimos otimistas na melhoria das condições para que estas e outras atividades continuem movimentando a economia local”, afirmou Carvalho.

O valor do benefício ainda não foi informado, mas deverá ser publicado em breve, com os demais detalhes de concessão.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!