Valor extra do Auxílio Brasil não está garantido para 2022; descubra porquê

O Auxílio Brasil segue sendo dúvida, desta vez o valor extra do benefício não é garantia para o ano de 2022. O motivo é que o governo ainda não possui fonte de recursos para tais pagamentos.

Valor extra do Auxílio Brasil não está garantido para 2022; descubra porquê
Valor extra do Auxílio Brasil não está garantido para 2022; descubra porquê (IMAGEM: FDR)

Desde que foi anunciado, o Auxílio Brasil enfrenta incertezas. A proposta era de que o benefício pagaria R$ 400 às famílias contempladas a partir do último mês de novembro e que o valor seguiria pelo ano de 2022. A continuidade do programa dependeria do próximo orçamento.

A realidade diferiu dos planos e o valor pago aos beneficiários foi de um reajuste de 18% em relação ao Bolsa Família, programa extinto para a chegada do substituto bolsonarista.

Ao se retratar, o governo mais uma vez optou por fazer promessas referentes ao aumento do benefício afirmando que no mês de dezembro o valor seria de R$ 400 mais o retroativo do mês de novembro. Entretanto, mais uma vez o orçamento não deve permitir.

Entenda a situação

Para o pagamento extra é necessário abrir espaço no orçamento, o espaço em questão viria da aprovação da PEC dos Precatórios que abrirá mais de 106 bilhões no Orçamento, entretanto com a demora da aprovação o governo segue sem recursos.

Para garantir ao menos o pagamento dos R$ 400 para o mês de dezembro, o presidente Jair Bolsonaro (PL) editou na última terça-feira (7) a MP que institui o Benefício Extraordinário. Apesar disso, o texto não contempla a questão do pagamento extra do retroativo.

O que seria o Benefício Extraordinário?

O Benefício Extraordinário instituído pelo presidente se restringe ao mês de dezembro de 2021. No texto existe ainda a menção de que o Poder Executivo pode vir a prorrogar a concessão do benefício de janeiro a dezembro de 2022 diante da disponibilidade orçamentária.

Ministério da Cidadania

De acordo com o Ministério da Cidadania, por não haver recursos, a meta de atingir 17 milhões de contemplados pelo auxílio este ano é pouco provável de acontecer.

Ainda de acordo com o ministério, os pagamentos devem seguir com base na dotação orçamentária, como determina a legislação do novo programa social do governo.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.