14° salário do INSS avança na Câmara dos Deputados; abono vai sair em 2021?

Em novembro, o projeto de lei que determina o pagamento do 14º salário para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) avançou na Câmara dos Deputados. Saiba aqui se o pagamento será realizado ainda em 2021.

publicidade
14° salário do INSS avança na Câmara dos Deputados; abono vai sair em 2021?
14° salário do INSS avança na Câmara dos Deputados; abono vai sair em 2021? (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

A proposta foi aprovada pela Comissão de Finanças e prevê que o pagamento em dobro para os beneficiários seja realizado no mês de março de 2022 e 2023. 

Os pagamentos serão referentes aos anos de 2020 e 2021, período que a população brasileira foi fortemente atingida pela crise econômica causada pela pandemia da covid-19.

publicidade

Quem pode receber o abono?

O abono será pago em dobro para os aposentados, pensionistas e beneficiários da Previdência que recebem auxílio por morte, doença, reclusão ou acidente.

Qual será o impacto nas contas públicas?

O pagamento do 14º salário vai ter um impacto referente a 2020 de quase R$ 40 bilhões. Já para 2021 o impacto será de R$ 42 bilhões.

A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara e depois deve ser aprovada pelos deputados federais.

14º salário

O governo antecipou o pagamento do 13º salário no primeiro semestre do ano. Mas não liberou nenhum outro tipo de benefício para auxiliar os segurados em suas despesas com exames, remédios e consultas cujo valor tem aumentado consideravelmente devido à alta da inflação. 

O Congresso está avançando no projeto de criação do abono adicional, a intenção é que seja pago o 14º salário para estimular a recuperação econômica neste contexto da pandemia.

No mês passado, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados já aprovou a proposta, concedendo o aval ao substitutivo da relatora, a deputada Flávia Morais (PDT-GO) ao projeto de lei original do deputado Pompeu de Mattos (PDT-RS).

publicidade

Quem não vai receber?

Não terão direito ao pagamento do 14º salário os segurados que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/Loas) e Renda Mensal Vitalícia (RMV).

Qual o valor?

Após definir os recursos, o projeto deve liberar parcelas no valor de um salário mínimo, que hoje está no valor de R$ 1.100.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Aqueles que recebem valores acima do mínimo, o abono será pago de uma forma diferente.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.