IPTU, IPVA, matrícula escolar e todos os gastos previstos para o início de 2022

Pontos-chave
  • Inicio do ano é marcado por tributos e novas contas;
  • Brasileiros devem organizar suas finanças para quitação do IPVA e IPTU;
  • Matrícula e material escolar devem pesar no orçamento.

Brasileiros reajustam suas contas diante do cenário de crise econômica. Com a chegada do fim do ano, a população passa a organizar as finanças. O 13º salário muitas vezes é utilizado para amenizar despesas como o IPVA, IPTU e matricula escolar. Abaixo, saiba como priorizar e organizar tais débitos.

IPTU, IPVA, matrícula escolar e todos os gastos previstos para o início de 2022 (Imagem: FDR)
IPTU, IPVA, matrícula escolar e todos os gastos previstos para o início de 2022 (Imagem: FDR)

Diante da atual inflação, sustentar uma família tem sido um grande desafio no Brasil. Para quem vive com um salário mínimo, as contas estão cada vez mais apertadas. A classe média, por sua vez, se preocupa com o IPVA e o IPTU. De modo geral, há ainda os gastos com escolas e mais.

A organização financeira é essencial nesse momento. Antes de quitar qualquer valor o cidadão precisa listar a ordem de prioridade dos boletos. É preciso entender quais são os prazos de vencimento, o que pode ser pago a vista e onde utilizar o cartão de crédito.

Matrícula e material escolar

Quem tem filho matriculado nas redes particulares de ensino já está em período de matrícula. O valor varia de acordo com a média financeira da instituição, mas normalmente deve ser pago entre janeiro e dezembro.

Nesse caso, recomenda-se a quitação à vista, sem que haja inadimplências do ano anterior. O responsável pode ainda negociar com a escola a possibilidade de descontos e ir atrás de bolsas ou reajustes ofertados mediante políticas sociais.

Os alunos da rede pública, no entanto, têm um gasto referente ao material escolar. Para ambos os grupos a lista tende a ficar mais barata nesse fim de ano. A aquisição durante o início do período letivo pode encarecer os produtos.

Uma boa dica é recorrer aos sebos e feiras de livros e demais periódicos já utilizados, pois têm um melhor custo benefício.

IPVA com calendário anunciado

Os titulares de automóveis devem acompanhar ainda os carnês do IPVA. A cobrança varia de acordo com cada estado, de modo que deve ser monitorada pelo Detran local. É válido ressaltar que há descontos para quem optar por fazer o pagamento da parcela total à vista.

O cidadão que não tiver todo o dinheiro de uma única vez, tem o direito de parcelar o tributo. Nesse caso, ele perde a oportunidade de baratear a tarifa, mas ganha tempo para levantar recursos e assim ameniza o impacto em seu orçamento.

É preciso ficar atento as regras de isenção aplicadas em cada estado, de modo geral elas levam em consideração o tempo de uso do veículo, se o titular é deficiente ou idoso.

Lista de vencimento dos veículos para isenção no IPVA 2022

Estados Veículos isentos a partir de:
Acre 20 anos de fabricação
Alagoas Fabricação até 31 de dezembro de 2000
Amapá 10 anos de fabricação
Amazonas 15 anos de fabricação
Bahia 15 anos de fabricação
Ceará 15 anos de fabricação
Distrito Federal 15 anos de fabricação
Espirito Santo 15 anos de fabricação
Maranhão 15 anos de fabricação
Mato Grosso 18 anos de fabricação
Mato Grosso do Sul 20 anos de contribuição
Minas Gerais Veículos placa preta
Pará 15 anos de fabricação
Paraíba 15 anos de fabricação
Paraná 20 anos de fabricação
Pernambuco 30 anos de fabricação
Piauí 15 anos de fabricação
Rio de Janeiro 15 anos de fabricação
Rio Grande do Norte 10 anos de fabricação
Rio Grande do Sul 20 anos de fabricação
Rondonia 15 anos de fabricação
Roraima Maquinas agrícolas, ambulâncias, (veículos PCD, incêndio, Consul), Taxis e motos até 160 c.c
Santa Catarina 30 anos de fabricação
São Paulo 20 anos de fabricação
Sergipe 15 anos de fabricação
Tocantins 15 anos de fabricação

IPTU para proprietários e locatários

Por fim, outra despesa essencial a ser paga no início do ano é o IPTU. Esse imposto é destinado para os donos de imóveis ou seus locatários desde que haja um acordo registrado em contrato.

O valor do IPTU varia de acordo com cada município. Além disso, ele se torna mais caro a depender do tamanho do imóvel, localização e tempo de construção. Para acessar os carnes do tributo é preciso se conectar ao portal da prefeitura da sua cidade.

É importante ressaltar que os gestores públicos oferecem uma série de descontos. É possível reduzir o valor mediante o pagamento de uma única parcela ou até mesmo utilizar as notas fiscais com CPF.

Para mais informações sobre o IPTU acompanhe nossa página exclusiva do imposto.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.