Ceia de Natal: Quais alimentos estarão mais caros nas festas de fim de ano?

Com as festas de fim de ano chegando, o brasileiro começa a pensar nos itens da ceia de Natal, mas é bom se preparar, já que alguns alimentos estarão ainda mais caros.

A inflação é responsável pela alta no preço dos alimentos e também de outros itens que fazem parte das comemorações de fim de ano.

Diante da maior demanda no mês de dezembro, produtos como carnes e queijos devem sofrer grandes ajustes.

Itens que ficarão mais caros na ceia de Natal 

Em pesquisa realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) o panetone, item bastante consumido no Natal, está 25,96% mais caro. A pesquisa também revela aumento de 21,91% na azeitona verde e 12,83% na caixa de bombom de chocolate.

As carnes também sofreram aumentos significativos. De acordo com a pesquisa, o filé mignon foi quem teve maior aumento, com 35,17%. O bacalhau tem ainda o impacto direto do câmbio e por isso ficou 12,34% mais caro. O chester e o peru registraram 7,27% de aumento. 

A carne suína deve ser uma opção mais econômica para compor a mesa nas festas de fim de ano. Até outubro, o pernil registrou queda de 9,76%  e o lombo com osso uma queda de 0,53%.

Os preços ainda devem mudar até o fim de dezembro, porém mesmo com reajustes podem ser opções mais vantajosas quando comparado com o filé mignon, por exemplo. 

Levando em consideração que muitos dos itens são sazonais, ainda é esperado um aumento no mês de dezembro, mudando ainda mais todo o cenário.

Aumento do preço das bebidas alcoólicas

A cerveja, bebida alcoólica mais consumida no Brasil, o reajuste feito pela Ambev no mês de outubro chegou a aumentar  6% o preço do produto, a justificativa está na inflação acumulada, a variação do dólar e também a carga tributária.

A Ambev é detentora de 60% do mercado de cervejas no Brasil. Desse modo, o reajuste dos seus preços é percebido por diversos públicos.

Recentemente a Heineken afirmou analisar a possibilidade de aumento dos preços por conta do cenário macroeconômico volátil do Brasil de todo o mundo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!