Conta digital PJ: Compare opções no Nubank, Banco Inter e PicPay

Pontos-chave
  • A conta PJ do Nubank não cobra taxas de manutenção;
  • O Banco Inter oferece conta PJ e conta MEI;
  • O PicPay disponibiliza PicPay Empresas e PicPay Pro.

Cada vez mais, as pessoas vêm procurando soluções digitais para o dia a dia. Para atender a demanda das pessoas jurídicas, diversas instituições financeiras oferecem conta digital PJ. Entenda as opções oferecidas pelo Nubank, Banco Inter e PicPay.

Conta digital PJ: Compare opções no Nubank, Banco Inter e PicPay
Conta digital PJ: Compare opções no Nubank, Banco Inter e PicPay (Imagem; Montagem/FDR)

Conta digital PJ do Nubank

A conta digital PJ do Nubank foi desenvolvida para autônomos, MEIs e donos de pequenas empresas. Essa solução não é indicada para empresas com mais de um sócio.

O controle dessa conta acontece diretamente pelo aplicativo. O Nubank não cobra taxas de manutenção — com isso, o cliente não paga nada para manter nem movimentar o próprio dinheiro.

Para facilitar a movimentação da conta, a fintech oferece um cartão PJ com função débito. Também há o cartão PJ com função crédito. A conta PJ possui integração com o sistema Pix.

Para qualquer banco, o cliente pessoa jurídica poderá realizar transferências gratuitas e ilimitadas. O boleto de cobrança é emitido no próprio aplicativo. A conta possui uma área de cobranças — que é uma ferramenta dentro do app que organiza as cobranças.

A conta PJ aceita pagamentos por maquininha, plataformas e links de pagamento. O extrato da conta (em formato OFX e PDF) é emitido direto no aplicativo.

Essa solução do Nubank possibilita recebimento por plataformas de pagamento — sites de veda, aplicativos, maquininhas e links de pagamento. Ainda vale destacar que as contas PF e PJ ficam no mesmo aplicativo.

Conta digital PJ do Banco Inter

O Conta digital PJ do Banco Inter é totalmente on-line e sem tarifas. Ela está disponível para empresas cujo CNPJ têm enquadramento diferente do MEI. O sistema Pix dessa conta é gratuito e ilimitado. O cliente pode ter acesso a 100 TEDs e boletos por mês.

Essa conta digital oferece boletos e cobrança e de depósito, transferência de domicílio bancário, antecipação de recebíveis, API para serviços de boleto, gestão de acessos e aprovações, liveness e i-safe, e login por QR Code.

A pessoa jurídica pode solicitar um cartão de crédito e débito com saques ilimitados, sem pagar nenhuma taxa. No Inter, a pessoa pode ter folha de pagamento automática em arquivo padrão CNAB 240. É possível emitir boletos em lote com a integração da API ou no padrão CNAB 400.

O cliente ainda pode adquirir uma maquininha de cartão — que possui diversos recursos. A maquininha Granito tem algumas das taxas mais competitivas do mercado.

Além da conta PJ, o Inter tem uma conta digital MEI. Ela é gratuita e conta diversos serviços para a empresa. O cliente pode emitir boletos sem custos adicionais. Por meio do Interpag, é possível receber via QR Code, sem custo.

Essa conta permite 100 TEDs e 100 boletos gratuitos por mês. Além disso, o profissional pode ter acesso a um cartão de crédito sem anuidade. O usuário tem a possibilidade de movimentar a conta pessoal e fazer a gestão financeira do negócio no mesmo aplicativo.

Diversas instituições financeiras oferecem contas digitais para empresas controlarem as finanças
Diversas instituições financeiras oferecem contas digitais para empresas controlarem as finanças (Imagem: Montagem/FDR)

Conta digital PJ do PicPay

O PicPay oferece o PicPay Empresas, que é voltado para quem possui um estabelecimento comercial — e deseja receber pagamentos feitos no PicPay. A solução pode ser aproveitada por MEIs, pequenas e grandes empresas. Por meio deste recurso, os clientes podem receber pagamentos à distância.

Com o PicPay Empresas, a pessoa só paga se vender. Sendo assim, não há custo de adesão, aluguel e mensalidade. O cliente pode vender à vista ou parcelado em até 12x. A pessoa tem liberdade para escolher quando receber e quanto pagar de taxa por venda.

Ao vender com QR Code, há a possibilidade de receber qualquer valor em segundos. As vendas podem ser acompanhadas por celular ou computador.

Para quem não tem CNPJ, a instituição ainda oferece o PicPay Pro. Essa solução também nem tem taxas de adesão, aluguel ou mensalidade. Há a possibilidade de vender à vista ou parcelado em até 12x. Os pagamentos podem ser recebidos na hora, diretamente no saldo PicPay.

O PicPay Pro aceita cartão de crédito, mesmo sem maquininha. Ao enviar um link com o valor da cobrança. É possível vender à distância e sem contato físico. O dinheiro das vendas rende acima da poupança. O dinheiro pode ser utilizado como preferir.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.