Calendário de pagamento do auxílio emergencial liberado em BH

Auxílio emergencial de Belo Horizonte tem seu calendário anunciado. Nessa semana, a Prefeitura Municipal divulgou as datas de pagamento de seu benefício social para as famílias em situação de pobreza, extrema pobreza e insegurança social. Os repasses serão iniciados no próximo dia 17.

Calendário de pagamento do auxílio emergencial liberado em BH (IMAGEM: FDR)
Calendário de pagamento do auxílio emergencial liberado em BH (IMAGEM: FDR)

Diante das incertezas dos projetos sociais do governo federal, as prefeituras e estados estão adotando seus próprios abonos. Em Belo Horizonte, a população será contemplada com um auxílio emergencial local no valor de R$ 400 mensais.

Calendário de pagamento do Auxílio Belo Horizonte

Período de solicitação Pagamento
17 a 30/11/21 Até 15/12/2021
1º a 31/12/2021 Até 15/1/2022
1º a 31/1/2022 Até 15/2/2022
1º a 15/2/2022 Até 10/3/2022

Fonte: PBH

Quem terá acesso

De acordo com a prefeitura, cerca de 300 mil famílias serão contempladas. Para ter aceso é preciso comprovar a situação de vulnerabilidade mediante a inscrição no Cadastro Único. O titular não pode ter fonte de renda comprovada e ter se vinculado ao CadÚnico até 30 de junho desse ano.

A prefeitura delimitou o pagamento para os seguintes grupos:

  • mulheres sob medida protetiva imposta judicialmente em razão de violência doméstica ou pessoas sob medida protetiva de natureza diversa cadastradas na Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (Samasac);
  • pessoas com deficiência ou doença rara atendidas pelo Programa Superar e cadastradas na Secretaria Municipal de Esportes e Lazer;
  • ambulantes em veículos automotores licenciados pela Secretaria Municipal de Política Urbana (SMPU);
  • ambulantes em veículos de tração humana licenciados pela SMPU;
  • pessoas com deficiência ou doença rara licenciadas pela SMPU para exercerem atividade comercial em logradouro;
  • participantes da Operação Urbana Simplificada – Plano de Inclusão Produtiva do Hipercentro – licenciados pela SMPU;
  • lavadores de carro licenciados pela SMPU;
  • engraxates licenciados pela SMPU;
  • expositores de feiras licenciados pela SMPU e pela Smasac;
  • empreendedores de grupos de economia solidária cadastrados na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE);
  • carroceiros cadastrados na BHTrans;
  • autorizatários e trabalhadores do serviço de transporte escolar cadastrados na BHTrans;
  • agricultores urbanos cadastrados na Smasac;
  • povos e comunidades tradicionais cadastrados pela Smasac;
  • trabalhadores informais que atuam nos bastidores e palcos, artistas e coletivos da cultura popular cadastrados na Secretaria Municipal de Cultura (SMC);
  • catadores de materiais recicláveis cooperados, conforme cadastro da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU);
  • catadores de materiais recicláveis avulsos, conforme cadastro da Associação Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (Ancat) previamente remetido para a Smasac;
  • pessoas atendidas pelos Programas de Bolsa Moradia e de Locação Social e pelas equipes da política de habitação, conforme cadastro da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel);
  • pessoas em situação de rua cadastradas pela Smasac ou programa equivalente.

Como solicitar o auxílio emergencial de BH?

O abono será concedido a partir da candidatura no site www.auxiliobh.pbh.gov.br. Ao acessar a página, basta informar o número do CPF e o primeiro nome do responsável pelo cadastro. Depois, devem seguir os seguintes passos:

  • Conferir e confirmar os dados pessoais;
  • Conhecer e confirmar o termo de adesão ao benefício;
  • E solicitar o pagamento de um ou mais benefícios, se for o caso.

“Pandemia, fome e necessidade se combate é com dinheiro, não é com projeto, não é com nada, é com dinheiro, é com investimento. Nós temos que matar a fome enquanto essa tragédia de falta de comida, do preço da carne, de tudo o que está acontecendo, que isso seja uma etapa do passado da vida do Brasil“, afirmou o prefeito Alexandre Kalil (PSD).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.