Vacinação da COVID-19: Capitais avançam na imunizaram da população adulta

Pontos-chave
  • A vacinação da COVID-19 continua no Brasil inteiro e está perto de ser concluída a imunização completa da população adulta, com a segunda dose;
  • Além disso, a maior parte dos municípios já aplica a vacina em adolescentes e a 3ª dose em idosos;
  • De acordo com os dados do Vacinômetro, até a última terça-feira (9), São Paulo havia aplicado 20.535.206 doses;

A vacinação da COVID-19 continua no Brasil inteiro e está perto de ser concluída a imunização completa da população adulta, com a segunda dose. Além disso, a maior parte dos municípios já aplica a vacina em adolescentes e a 3ª dose em idosos.

A vacinação contra a Covid-19 iniciou no país no mês de janeiro. Com isso, são dez meses em que a campanha de imunização ocorre no Brasil, tendo altos e baixos com a falta de doses. O Ministério da Saúde elaborou um cronograma estabelecendo as prioridades e que devia ser seguida por todos os municípios.

Diante disso, a distribuição das doses foi de acordo com o quantitativo da população em cada estado que se enquadrava na faixa etária ou no grupo prioritário. Por esse motivo, cada região recebeu quantidades distintas de vacinas.

Com isso, o calendário de vacinação de cada Estado e município é distinto. Porém, não há uma discrepância gigantesca, já que o Ministério da Saúde realiza um controle. As únicas exceções são as regiões que fazem fronteira com outros países.

Com a descoberta das variantes e com a chegada no Brasil nas fronteiras foi disponibilizada doses extras para essas regiões a fim de conter o avanço da doença. Por esse motivo, esses municípios estão mais avançados na vacinação que o resto do país.

Vacinação em São Paulo

De acordo com os dados do Vacinômetro, até a última terça-feira (9), a capital havia aplicado 20.535.206 doses. Desse quantitativo, mais de 9 milhões havia completado a sequência vacinal com a segunda dose ou a vacina de dose única.

Além disso, mais de 900 mil paulistas havia recebido a dose de reforço. Por enquanto, a capital segue com a vacinação contra a Covid-19 em 469 UBSs, 82 AMAs/UBSs Integradas, megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras.

De acordo com o calendário de vacinação divulgado pela Prefeitura de São Paulo, a capital está aplicando a dose de reforço para três grupos de trabalhadores municipais e da inciativa privada. Esses devem atender aos requisitos:

  • Trabalhadores da Guarda Civil Metropolitana do município de São Paulo, com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal há pelo menos 6 meses;
  • Sepultadores do Serviço Funerário do Município de São Paulo, público e privado, com mais de 18 anos, que tomaram a última dose do esquema vacinal há pelo menos 6 meses;
  • Agentes Fiscalizadores das Subprefeituras do Município de São Paulo, com mais de 18 anos, que tomaram a última dose do esquema vacinal há pelo menos 6 meses.

Além disso, o município está vacinando os adolescentes de 12 a 17 anos de idade e a segunda dose. Os moradores podem consultar mais informações no aplicativo Plataforma da Saúde Paulistana, e-saúde SP.

Vacinação contra a COVID-19 no Rio de Janeiro

Nesta quarta-feira (9), poderão receber a primeira dose do imunizante os adolescentes com 12 anos ou mais. Além disso, estão sendo vacinados os idosos com a partir dos 62 anos com a terceira dose.

A dose de reforço também está sendo aplicada nos trabalhadores da saúde que receberam a 2ª dose até 31 de maio e pacientes com alto grau de imunossupressão, a partir dos 12 anos. Por fim, as unidades continuam aplicando a segunda dose, conforme a data estipulada no comprovante de vacinação.

Os moradores que se enquadram em uma das situações mencionadas devem comparecer a unidade de saúde e apresentar documento de identificação original com foto, número do CPF e, no caso de segunda dose ou dose de reforço, levar o comprovante de vacinação.

Campanha de vacinação em Recife

A Prefeitura de Recife autorizou o reforço da vacina contra a Covid-19 para pessoas a partir de 55 anos que tomaram a segunda dose ou a dose única há 120 dias. A 3ª dose já está sendo aplicada nos trabalhadores da saúde. Para receber o imunizante é preciso fazer o agendamento no Conecta Recife.

De acordo com os dados da prefeitura, 124.769 pessoas estão aptas a receber a terceira dose do imunizante na capital. No dia escolhido para a vacinação é preciso apresentar documento de identificação e o cartão de vacinação ou o Certificado Digital de Vacinação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.