Rio de Janeiro retoma vacinação após suspensão dos postos no feriado

Após o calendário de vacinação da cidade do Rio de Janeiro ser interrompido nos últimos dois dias em virtude do feriado de Finados, o cronograma volta ao normal nesta quarta-feira, 3. A partir de hoje, poderão se vacinar os jovens de 12 anos de idade ou mais com a primeira dose, além da aplicação da dose de reforço para idosos com 64 anos ou mais. 

Entre a próxima quinta-feira, 4, e sábado, 6, a Prefeitura do Rio de Janeiro organizou o cronograma de vacinação de modo a contemplar os idosos com 63 anos ou mais para que recebam a terceira dose da vacina contra a Covid-19.

A meta traçada pela administração municipal é que todos os idosos com 61 anos ou mais recebam a dose de reforço até o dia 13 de novembro.

Enquanto isso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) já tem se empenhado na campanha de vacinação voltada à segunda dose do imunizante. Conforme apurado, cerca de 350 mil cariocas ainda não voltaram aos postos para completar o esquema vacinal. Por isso foi lançada a campanha “Tome a Medida Certa”. Tome a Segunda Dose”. 

A campanha também tem o propósito de chamar a atenção dos idosos para a importância de realizar o reforço vacinal. Desta forma, optou-se por recorrer a conteúdos interativos como filmes na TV, rádio, jornal, internet, entre outras ações em estações de trem e metrô para se destacarem entre a população.

A vacinação é o principal meio de controle da pandemia da Covid-19 na capital do Rio de Janeiro, motivo pelo qual tem sido evidenciada, segundo a secretaria. A pasta ainda aponta que 4,5 milhões de cariocas estão com a vacinação completa, ou seja, já receberam a segunda dose ou a dose única. 

Em contrapartida, o Mapa de Risco da Covid, divulgado na última semana pela SES, mostrou a bandeira verde, responsável por representar um risco muito baixo para a contaminação. Essa é a primeira vez que o mapa atinge esse patamar desde que começou a ser publicado.

Vale ressaltar que os cidadãos que ainda vão se vacinar com a primeira dose, devem levar ao posto de vacinação um documento de identidade original com foto, o CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. No que compete à segunda dose, basta apresentar o comprovante de aplicação da dose inicial. 

Na oportunidade, a cidade do Rio de Janeiro reforçou que a vacinação à domicílio também está disponível para idosos acamados e pessoas com deficiência (PCD) na faixa dos 12 anos ou mais.

Se necessário, basta requerer o atendimento prioritário por meio deste link ou do canal de atendimento via WhatsApp, disponível de segunda a sexta-feira, das 09h às 16h.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.