Passo a passo para fazer inscrição no CadÚnico e garantir Auxílio Brasil

O governo Bolsonaro tenta implementar o Auxílio Brasil que exige do beneficiário inscrição no CadÚnico. O benefício, deve substituir o Bolsa Família que foi criado pelo governo Lula.

Passo a passo para fazer inscrição no CadÚnico e garantir Auxílio Brasil
Passo a passo para fazer inscrição no CadÚnico e garantir Auxílio Brasil (Imagem: FDR)

 O Auxílio Brasil deve também ocupar o lugar do Auxílio Emergencial, programa criado para dar suporte financeiro a famílias de baixa renda em meio a crise econômica gerada pela pandemia da Covid-19.

Para receber o novo benefício, o cidadão deve além de preencher os requisitos básicos, e realizar inscrição no CadÚnico.

O que fazer em caso de não estar cadastrado?

Para quem espera receber o benefício e ainda não se encontra inscrito na plataforma social do governo, é necessário que seja dada a entrada no cadastro através de um centro de assistência social.

A inscrição pode ser feita por maiores de 16 anos com as seguintes documentações:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade – RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) – somente se a pessoa for indígena.

Quem pode realizar inscrição no Cadastro Único:

O CadÚnico é uma plataforma de triagem para os projetos sociais, sendo assim, a inscrição não é permitida a qualquer pessoa já que benefícios sociais são destinados a pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. 

A inscrição é destinada a quem cumpre o seguinte perfil:

  • Quem a família possua renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550);
  • Quem a família possua renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Quem a família tenha renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo;
  • Pessoas que moram sozinhas – constituem as chamadas famílias unipessoais;
  • Pessoas que vivem em situação de rua — sozinhas ou com a família.

Passo a passo para inscrição do CadÚnico

A inscrição é realizada de forma presencial, em Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), ou mesmo em postos de atendimento do Cadastro Único e do Bolsa Família. Entenda o passo a passo:

  • Escolha quem vai representar a família.  O representante precisa ter pelo menos 16 anos e ser preferencialmente do sexo feminino. 
  • O representante deve ir ao CRAS com o seu CPF e Título de eleitor. Além de levar pelo menos um documento de identificação de cada um dos membros da sua família.
  • O representante da família irá participar de uma entrevista com funcionário da prefeitura para responder perguntas básicas. Ao fim do processo será necessário assinar documentação que prova participação na entrevista.
  • Após a entrevista, os dados do cidadão serão inseridos no sistema digital do cadastro. Será então gerado o número do (NIS), número com o qual a pessoa irá se identificar e se inscrever para os projetos sociais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!